sábado, 23 de agosto de 2014

Ninguém nos tira o Céu!

#FCPorto #Lille #Ligadoscampeões #Reforços #BluePunisher



Escrevo esta crónica ainda embalado pelo doce sabor da vitória frente ao Lille, num jogo em que o FC Porto controlou as operações desde o início até ao fim, embora, para desgosto de muitos adeptos não tenha praticado um futebol com “nota artística elevada”, nem criado uma “avalanche de oportunidades de golo”.

É bom relembrar a quem quer “nota artística” que o que conta é vencer e conquistar as competições onde entramos, pelo menos numa primeira instância. É evidente que eu também gosto de ver bom futebol, e ainda tenho presente os fantásticos e inesquecíveis jogos do Mundial de Futebol do Brasil 2014, que foram verdadeiros hinos ao desporto rei!

No entanto, não podemos esquecer que o FC Porto está a construir uma equipa, recebeu muitos jogadores novos, e tem uma equipa técnica nova, assim como o peso da responsabilidade do apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões que é tremendo.

O Lille não é propriamente pera doce, lutou pelo título francês na temporada passada, e denota uma boa organização defensiva, e explora ou tenta explorar o erro do adversário não concedendo grandes espaços, é uma daquelas equipas que é difícil de defrontar e requer um jogo de paciência e muita frieza. 

Com as condicionantes e atenuantes mencionadas anteriormente, foi muito positivo aquilo que o FC Porto demonstrou no estádio Pierre Mauroy, e uma vitória na casa de um adversário com a valia do Lille, mesmo que pela margem mínima, havendo ainda um segundo jogo a disputar no nosso reduto, só nos pode deixar satisfeitos.

Por falar em estádio, o mais correto talvez fosse classificar o recinto desportivo onde o jogo decorreu como “pavilhão” Pierre Mauroy, uma vez que tinha cobertura fechada, com a “cobertura da UEFA”!

É curioso constatar que este jogo foi disputado em pleno mês de Agosto, e não se viu qualquer tipo de intempérie antes, durante e depois da sua realização que justificasse o fecho da cobertura, a temperatura exterior rondava os 12 graus centígrados, que não sendo muito agradável no Verão não é nenhuma calamidade! Também não estava a nevar.

Então o porquê de nos “enfiarem aquele barrete”? O Sr. Platini certamente lá saberá o porquê desta decisão que é muito caricata, haveria alguma motivação oculta como por exemplo intimidar uma equipa jovem (média de idades inferior a 23 anos) criando um ambiente infernal, com o “eco” dos cânticos e vozes dos adeptos franceses?

Agora parece que a UEFA anda preocupada com o estado dos relvados onde há competições que organiza, assim como com o conforto do público. No passado este organismo fechou os olhos a autênticos “batatais” e estádios sem as condições necessárias de conforto para os espectadores, em jogos de qualificação para as competições europeias e até em jogos oficiais da Liga Europa e Liga dos Campeões. Isto para nem mencionar os vergonhosos relvados e estádios que a UEFA aprova em fases de qualificação de jogos de seleções para Campeonatos da Europa de futebol.

Não sendo eu um “especialista em coberturas”, julgava que estas serviam apenas para condições climatéricas extremas, que podem colocar em causa a praticabilidade do relvado ou integridade física dos atletas, como por exemplo nevões, chuvas torrenciais e temperaturas extremas (positivas ou negativas).

Enfim “dois pesos e duas medidas”, como vem sendo habitual nas decisões do organismo presidido pelo “intragável” Michel Platini, devo ser eu novamente com teorias da conspiração, o tal que “não pode ver nem pintado o FC Porto”.

E já agora ainda sobre o ódio de estimação que o Sr. Platini nutre pelo FC Porto, a arbitragem deve ter sido muito do agrado do presidente da UEFA, o holandês Bjorn Kuipers assinou uma péssima arbitragem especialmente em termos disciplinares em prejuízo do FC Porto.


Sobre alguns dos lances onde o “juíz holandês” prejudicou o FC Porto, relembro apenas alguns que ainda tenho frescos na minha memória:


Aos 6 minutos mostra um cartão amarelo ao Danilo, num lance de bola dividida que não colocou nem de perto nem de longe a integridade física do adversário, nem sequer cortou uma jogada de perigo;


Aos 28 minutos Jackson Martinez é abusivamente agarrado e puxado dentro da área do Lille por Basa quando o colombiano tentava cabecear a bola. Grande penalidade que não foi assinalada;


Aos 30 minutos Gueye entra a matar de pé em riste sobre o Maicon, tal poderia ter provocado uma lesão grave e o “artista do apito” nem falta assinala;


Perto do final do jogo Casemiro é agredido por Roux, que vê um “simpático” cartão amarelo.

A título de curiosidade foi este mesmo árbitro holandês que apitou o jogo da Supertaça Europeia entre o FC Porto e FC Barcelona a 26 de Agosto de 2011, em que há uma grande penalidade clara sobre o Guarín que não é assinalada (caso o fosse poderia permitir ao FC Porto empatar o jogo).


O Sr. Kuipers é um árbitro do chamado grupo de elite da UEFA, e arbitrou a final da Liga dos Campeões do ano passado. Provavelmente quererá agradar ao “patrão”, porque não acredito que seja tão mau como tem evidenciado sempre que o FC Porto tem a infelicidade de cruzar-se no seu caminho.

Não resultou taparem-nos o céu. Parece que ainda há quem não tenha aprendido a lição, que sempre que nos espezinham, tentam intimidar ou deitar abaixo, isso só reverte a nosso favor, mas continuem assim com essas táticas “lampiónicas” que estão a ir muito bem!

Dado o conjunto de incidências descritas anteriormente, não podemos achar que já está tudo decidido a favor do FC Porto, e já garantimos o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, até porque o adversário também tem valor e pode surpreender. O treinador Julen Lopetegui fez muito bem em manter um discurso realista e com os pés bem assentes no chão, nada está decidido ainda falta um jogo onde tudo pode acontecer e a magra vantagem trazida de França não permite facilitismos.

O segundo jogo da eliminatória a disputar no Estádio do Dragão, garantidamente com o céu bem visível para quem o quiser observar, sem coberturas pois claro, terá de ser preparado e encarado com a máxima cautela e rigor. 

Sabemos que certas “sombras estranhas” na UEFA apenas esperam um deslize da nossa parte para nos colocarem fora de combate. Não facilitemos e não concedamos essa satisfação ao tal personagem que nos guarda um ódio de estimação.

As exibições de “encher o olho” do Rúben Neves já não passam despercebidas pela Europa e até noutros continentes, não é apenas a qualidade deste atleta que impressiona, é também o facto de a ter com tão “tenra idade”, tem apenas 17 anos! Ao vê-lo jogar, diria que joga melhor que muitos veteranos naquela posição! 

Há muitos rumores de mercado a circular no momento em relação ao FC Porto, por exemplo uma possível venda do Quaresma (por mim pode ir), Jackson (há muito tempo acho que deveria ir também), e vindas do Clasie e do Aboubakar. Ainda sobre o Aboubakar há rumores que terá havido problemas com os testes médicos realizados no FC Porto, pelo que a transferência está em risco.



Sabe-se que o Clube está no mercado procurando um médio defensivo e um avançado para dotar o plantel com 2 soluções por posição, conforme o treinador deseja, aguardemos para ver o desfecho quando a janela de transferências de Agosto fechar. Comenta-se que o FC Porto apenas aguarda a confirmação do apuramento para a Liga dos Campeões para confirmar os novos reforços.

Ora seja verdade ou não, venha esse apuramento que começa por reforçar as finanças do clube e venham daí os tais 2 reforços para as posições carenciadas do plantel para a base de trabalho do treinador estar definida e para que o futebol da equipa vá ganhando entrosamento, maturidade, competitividade e solidez.

Segue-se o Paços de Ferreira como adversário na Mata Real, é um jogo sempre difícil, há a curiosidade do reencontro com um dos “nossos coveiros” da época passada, esperemos que o FC Porto consiga trazer mais 3 pontos de preferência jogando bem, mas sabemos que não será fácil, até porque nomearam Manuel Mota um lampião “doente” para arbitrar este jogo.

A Chama do Dragão é Eterna!
FCP Sempre!



Por: BluePunisher






Enviar um comentário
>