segunda-feira, 25 de agosto de 2014

O ARTISTA

#FCPorto #benfica #jesus #joker


Que nunca faz nada
Nunca agrediu!
Qu’o Polícia não viu
Quando deu pancada!?

E agora no Bessa
Nem falou c’o árbitro
Qu’ele é catedrático
E nem dá conversa!

E se foi expulso
Foi por erro de facto
Ond’o bom do Marco
Presumiu o abuso!

Pois a interpelação
Do Jesus ao juiz
Só tinh’o cariz
De boa educação!

Pois queria agraciar
O seu bom trabalho
No momento falho…
Em qu’estav’a apitar!

Pois não vir’a jogada
Ond’o Jara caíra
E por tal não vira
Essa cacetada!

E fôra tão óbvio
De bradar aos céus!
Que Jesus c’os seus
Toma por seu opróbio!

E c’a maior lisura
Só lhe chamou “ladrão”
Sem esconder a mão
Nessa compostura!

Não s’entend’a razão
O juízo do árbitro
Ao ouvir “larápio”
Nessa confusão…

Nada que se conheça
No agir do “Mestre”
Sem acção agreste
Sobre tud’o que mexa!

Tem total presunção
Da maior inocência
Essa “Eminência”
Da boa criação!

E o ónus da prova
É pois invertido
Sobr’o sucedido…
Que é coisa nova!!

“In dubio pro reo”
Diz o Direito Romano
No céu ou neste plano
Em que Jesus nasceu!

Pois o desenlace
Dum novo processo
É o erro confesso
De não dar a outra face!


Por: Joker
Enviar um comentário
>