sábado, 9 de agosto de 2014

De “Besta a Bestial” / “Clube Mau e Bom”

#FCPorto #Benfica #Portugal #Futebol #Aldraões #Lampiões




A sociedade moderna onde todos estamos inseridos por direito próprio, por vezes é useira e vezeira na forma e no conteúdo que ela própria cria e personifica perante todos nós, dando connosco automaticamente e sem que por vezes nem se quer temos bem a noção ou a perceção do que estamos a desenvolver, a contradizermos o que há bem pouco tempo tinhamos providenciado ou idealizado, e como por encanto ou um passe de magia, rapidamente apresentamos ou intitulamos algumas figuras públicas ou grupos de bestas a bestiais, sendo que o inverso também se torna verdadeiro.



 E o mais paradigmático de tudo isto, são sempre os mesmos do costume que sem analisarem bem as suas próprias afirmações e consequências, antecipam-se sem as devidas precauções e ideologias de circunstância, e vão caricaturando à sua medida e conveniência pessoal rótulos nessas mesmas figuras públicas ou grupos.

Neste enquadramento, se recuarmos apenas alguns meses atrás, facilmente encontramos nos vários órgãos de comunicação social da especialidade, afirmações e tomadas de posição de personalidades conhecidas com responsabilidades no meio desportivo, carregadas de um certo otimismo exacerbado em princípios de carater doentio e de clubite aguda, como acontece na ótica do SLB e do que aquele clube representou e mereceu para os seus apaniguados adeptos na última temporada futebolística, chegando mesmo a ouvir-se e a ler-se afirmações dando conta que o citado clube, a partir daquela altura iria romper de vez com a hegemonia do FCP, que nunca mais voltaria a cometer os erros do passado, e finalmente que a era de JNPC já tinha acabado por o seu eterno presidente já estar numa fase decadente e cansado.

Como diriam os velhinhos ditados populares, “palavras levam o vento”, e/ou “De boas intenções está o mundo cheio”, pois, certamente que todos nós ainda nos lembramos bem das efusivas declarações proferidas por LFV a um canal televisivo, durante e após a época passada, que tentava transmitir à opinião pública em geral e à massa associativa em particular, que o futuro caminho ou trilho do clube da águia a partir daquele momento, seria sempre a somar e na senda da vitória e dos êxitos desportivos.

O principal problema para os lados da águia é que o dragão nunca esteve dasativado, poderia isso sim, ter estado em hibernação por um ano como é costume para aquelas bandas de tempos a tempos, para aparecer de novo com labaredas azuis e brancas ao seu real nível, mas o que transparece para fora das quatro linhas é que por falta de uma boa gestão desportiva e financeira bem sustentada, de uma reestruturação bem delineada e pensada do atual plantel do SLB, em que se denotam enúmeras falhas na preparação da nova época, como serão os casos da venda vergonhosa e injustificável de Garay por valores inconcebíveis para um jogador daquela qualidade, da compra dos passes de jogadores como Djavan e Luís Felipe, que após algum tempo o departamento técnico decreta a sua não utilização, da venda precipitada de jogadores com enorme potencial a um fundo de jogadores, como, Ivan Cavaleiro, Bernardo Silva e João Cancelo, atletas formados na sua academia, na venda desmedida e incontrolável do núcleo duro da equipa sem que se avizinhe reforços credíveis e capazes de substituir os anteriores, o que deve preocupar e de que maneira os verdadeiros benfiquistas que se devem sentir enganados e desolados com toda esta situação anómala, e que deveria ser bem explicada pelos responsáveis do clube, tudo isto, dá para pensar que entre a época anterior e a atual, e parafraseando uma linha de pensamento muito na moda na área financeira, passamos num ápice de um antigo “Benfica Bom”, para termos na atualidade um “Benfica Mau”, ou então, o JJ ao ser obrigado a ter que utilizar o famigerado “Manel”, mais uma vez fará uma espécie de milagre das rosas, ou quem sabe, ele próprio dá também à soleta por falta de matéria-prima e de condições mínimas de trabalho, e quem sabe, por obra e graça do espírito santo de orelha.


Por: Natachas




Enviar um comentário
>