quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Humano, demasiado humano

#FCPorto  #TVs #TVI #Assobiadores #Quaresma #Joker #Brahimi

Pequeno "grande" Jogador

Perceb’a azia
Afinal é humano!
Sentir qu’este ano
S’acabou a alegria…

Sentimento humano
Como diria Nietzsche
Que é uma chatice
Sem “guito” Angolano…

Qu’a coisa está preta
Sem dinheiro do Lim
E c’o Enzo, por fim…
Seja levado à certa!

E a azia tanto fluiu
Nesse jogo do Porto
Qu’em pleno Agosto
A chuva caiu!?

Está tudo trocado
O tempo, a equipa…
Que s’antecipa
Um verão molhado!

Uma carga d’água
Para lavar as ruas
Renovar as luas (e)
Essa grande mágoa!

Qu’o país viveu
Na noite pretérita
Com’a última réstia
Qu’a esperança lhes deu…

E que bem visionados
Nesses comentários:
Tristes fados “Hilários”
Foram cantarolados!

Que azia danada
Grassava na SIC
Ond’o Rita disse
Da vitória, pois nada…

Ah, qu’era esperada…
O Lille era de segunda
O qu’em França abunda…
E que previa “goleada”!

Sempre gostava de ver
O seu grémio de clube
Fazer melhor c’o Lille
Ou sequer vencer!

Pois qu’os qu’assobiam
Estão mal habituados
No Dragão estão trocados
E já se substituíam!!!

Adeptos do Porto?
“Assobiadores, pipoqueiros!”
São sempr’os primeiros
A picar o ponto!?

S’algo corre mal
Não sabem apoiar!
É pr’a assobiar?
Outro ano igual?

E fazer do Quaresma
O seu maior silvo
P’lo jogo consecutivo
No banco à mesma?

Que estatuto tem
Mais do qu’a equipa
S’o objectivo dita
O resultado além?

E s’assim não fosse
Não bast’o treinador
Decidir que jogador
É melhor pr’a hoste?

São muitas emoções
Uma amálgama confusa
No que Nietzsche usa
Pr’as suas definições:

Que não bast’o óptimo
Por desiderato
Qu’o projecto inato
Tem valor utópico!

E na cacofonia
Que por lá s’emana
Pass’a caravana
P’la sua Filosofia!

Qu’o mesquinho tem medo
E o medíocre o hábito
Que por sentido táctico
Tenh’a vaidade no dedo…


Por: Joker
Enviar um comentário
>