quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Segunda Liga; 9ª J.: Leixões 0 - 2 FC Porto B: Vitória sólida no mar








Foi um Porto B sólido e competente que se apresentou no Estádio do Mar, frente ao Leixões. Sempre no comando das operações a equipa de Luís Castro conseguiu encontrar brechas na defesa do Leixões, que cria a sua única oportunidade de golo numa desatenção de Reys.





A meio da primeira parte Kelvin lesiona-se (aparentemente com gravidade) e é substituído por Vion. O Francês que entra muito bem no jogo e passa a dar mais profundidade ao lado direito do ataque portista.

Logo a seguir o Leixões fica reduzido a 10 jogadores (por duplo amarelo) o que facilita mais a tarefa do Porto B, sobretudo em termos defensivos.

No entanto, o resultado ao intervalo era um nulo.

Para a segunda parte o jogo manteve-se semelhante. Ao Porto (com mais 1
elemento) faltava alguma rapidez e criatividade. Começou a parecer evidente que Mikel e Pedro Moreira não precisavam de estar os dois em campo (já que têm ambos carectirísticas mais defensivas).

No entanto, foi Carlos Eduardo que acabou por sair lesionado para a entrada de Leandro.

Logo a seguir acontece o 1º golo portista. Num belo cruzamento de Reys, Kleber aparece bem a cabecear e a abrir o marcador.

Já a fechar o pano, Vion coroa uma excelente exibição com um golo depois de uma grande abertura de Mikel.

Bom resultado que reforça a liderança do Porto B no topo da classificação.


Análise individual:

Bolat: Boa estreia. Muito seguro em todos os capítulos do jogo.

Ricardo: Numa posição que não lhe é estranha cumpriu. Na primeira parte algo tímido no ataque, na segunda parte mais solto e agressivo.

Reys: Foi pena a má abordagem a um lance na primeira parte que despoletou uma ocasião de golo para o Leixões, porque no resto do jogo esteve irrepreensível. Belo cruzamento para o golo do Kleber.

Tiago Ferreira: Exibição sólida do central portista.

Quino: Voltou às boas exibições. Ganhou praticamente todos os lances na defesa e ajudou no ataque.

Mikel: Um bom jogo do trinco portista. Muio bem no corte. Não complicou no passe e o seu jogo ganha com isso. Bela assistência no golo de Vion.

Pedro Moreira: A classe é a mesma, mas fica a ideia que prefere jogar sozinho na posição 6.

Carlos Eduardo: Um bom jogo do médio portista. Boa organização de jogo, bons pormenores e boas aberturas. Saiu lesionado.

Tozé: O mais rematador da equipa, com um desses remates a testar a elasticidade do guarda redes do Leixões. Não foi dos melhores jogos que fez, mas a verdade é que mal nunca joga.

Kelvin: Estava bem no jogo quando se lesionou, ao que parece com gravidade. Que melhore rápido e volte depressa.

Kleber: Muito bem nos apoios e na forma como soube esperar pelos avançados. Um belo cabeceamento e um golo já merecido.


Vion: Melhor em campo. Entrou para o lugar de Kelvin e mexeu com o jogo. 
Sobre o lado direito foi sempre uma dor de cabeça para a defesa do Lexões. Rápido, desconcertante e prático. Mereceu o golo que marcou depois de um excelente trabalho.

Leandro: Importante para estancar a reacção do Leixões.

Tomás: Para queimar tempo.




FICHA DE JOGO

Leixões-FC Porto B, 0-2
Segunda Liga, 9.ª jornada
2 de Outubro de 2013
Estádio do Mar, em Matosinhos

Árbitro: Carlos Espadinha (Portalegre)

LEIXÕES: Jorge Baptista; João Viana, Zé Pedro (cap.), Materazzi e Huguinho; Anderson, Ruben Saldanha e Cadinha; Rui Coentrão, Tales e Moreira
Substituições: Ruben Saldanha por Nuno Silva (30m), Rui Coentrão por Novais (83m) e Nuno Silva por Kizito (84m)
Não utilizados: Chastre, André Teixeira e Tiago Lenho e Pedras
Treinador: Pedro Correia

FC PORTO B: Bolat; Ricardo, Reyes, Tiago Ferreira e Quiño; Mikel, Pedro Moreira (cap.) e Carlos Eduardo; Tozé, Kelvin e Kléber
Substituições: Kelvin por Vion (21m), Carlos Eduardo por Leandro (75m) e Tozé por Tomás Podstawski (89m)
Não utilizados: Kadú, David Bruno, Bruno Silva e Ivo
Treinador: Luís Castro

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Kléber (80m), Vion (90m+3)
Cartões amarelos: Zé Pedro (19m e 23m), Anderson (36m), Bolat (42m), Moreira (42m), Pedro Moreira (56m), Huguinho (63m), Cadinha (67m) e Carlos Eduardo (69m)
Cartão vermelho: Zé Pedro (23m)



Por: Prodígio
Enviar um comentário
>