segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

MARC JANKO









Temos, finalmente, o que estamos à espera desde o início da época. Um avançado capaz de fazer concorrência ao Kléber e ao mesmo tempo dar-lhe segurança e estabilidade para ele crescer como jogador. Aprender a ser um 9 à Porto.

Procurar as costas do adversário sorrateiramente e, quando menos se espera, estar lá para fazer o que lhe compete: Finalização, finalização, finalização.

Só vai fazer bem ao nosso Kléber entrar aos poucos, não ter a pressão toda em cima dele. Porque a culpa não é dele. Longe disso.







Percurso do jogador:



Marc Janko começou a jogar no Admira Wacker, um clube regional da Áustria. A sua elevada capacidade física e faro de golo levaram-no para um Salzburgo em crescimento no campeonato austríaco. E foi aí que se começou a destacar:

Ponto prévio: O campeonato austríaco é claramente inferior a muitos outros da Europa, mas um bom jogador é bom em qualquer lado, não tivesse vindo o Hulk de onde veio.





Na sua época de estreia (05/06) marcou 11 golos no campeonato em 18 participações. Nas duas épocas seguintes, continuou a marcar o seu percurso futebolístico com 7 golos em 22 jogos. Fez também a sua estreia a marcar na Europa na Taça Uefa.
Ainda não tinha gabarito de jogador, mas é a partir daqui que vai começar a explodir.

Em 2008/09 e 2009/10 jogou em 68 jogos pela equipa de Salzburgo a nível interno onde marcou 57 golos (!!!!). A nível europeu destaca-se em 09/10 onde faz 4 golos em apenas 6 jogos.

É aqui que chama à atenção do Twente acabado de se sagrar pela 1ª vez na sua história campeão holandês.
Na sua estreia a nível oficial marca o golo da vitória, no prolongamento, frente ao Ajax. 3-2 é o resultado final.

Durante a sua 1ª época nos Países Baixos faz um total de 17 golos em 39 jogos divididos entre o campeonato, taça da Holanda e Europa.
Janko, apesar de não ter mantido as exibições que deliciaram no início da época os adeptos do Twente, acabou sendo o melhor marcador da equipa no campeonato com 14 tentos. (Lembrar que o Twente perdeu o troféu para o Ajax no último jogo)





Entrada para a 2ª época, a que está a decorrer neste momento, novo confronto: Ajax vs Twente, novamente para a supertaça. A equipa do nosso avançado perdeu por 2-1, marcando o austríaco o único golo do Twente. Antes já tinha também jogado com o Vaslui numa pré-eliminatória para a Liga Milionária onde fez dois golos. Finalização, finalização, finalização!

Nesta 1ª metade da época, Janko apontou 16 golos num total de 26 jogos divididos, novamente, pelo campeonato, taça e Europa.

Não esquecer nesta equação do Twente, que o Marc Janko tinha como parceiro de ataque um também belíssimo avançado, mais novo mas mais caro, Luuk de Jong, já convocado para a selecção holandesa.

E é aqui que se atravessa no caminho do Futebol Clube do Porto.


DA TEORIA À PRÁTICA:







É possível, então, concluir que contratamos um jogador finalizador, com bom domínio de bola e apesar do seu 196cm capaz de se mexer bem dentro da área, procurando sempre o melhor espaço para finalizar.

Com a sua maturidade a nível de jogo europeu, tem tudo para vingar no nosso clube.

Vítor Pereira tem o avançado que desejava, esperemos agora que lhe dê bom uso.

O tempo escasseia, o campeonato ainda se consegue vislumbrar e um verdadeiro Dragão só desiste quando só a matemática lhe tira a razão.







Este é o nosso destino, contra tudo e contra todos. Marc Janko, sê bem-vindo.


DADOS PESSOAIS:

Nome: Marc Janko

Nacionalidade: Áustria Áustria

Nascimento: 1983-06-25 (28 anos)

Naturalidade: Wien - Áustria Áustria

Posição: Avançado

Pé preferencial: Direito/Esquerdo

Altura: 196 cm

Peso: 93 kg

Web: http://www.marcjanko.com/








Por: Dragão 14

Enviar um comentário
>