quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Segunda Liga, 14.ª jornada; FC Porto B 1 - 1 Tondela: O Regressado

#SegundaLiga #FCPortoB

O Porto B recebeu, nesta quarta feira, o Tondela, tendo as equipas empatado a uma bola.


O Porto B apresentou um onze com várias novidades. Desde logo, quatro jogadores do plantel principal à procura de rodagem: Reys no centro da defesa, Otávio no meio campo, Kelvin e Ricardo nas alas. Também novidade absoluta foi a estreia do brasileiro Diego Carlos no centro da defesa.

A primeira parte pautou-se pelo equilíbrio, embora com algum ascendente do Porto B. A equipa portista tinha mais posse de bola, conseguia explorar bem as alas e até conseguia chegar perto da área do Tondela, mas falhou quase sempre o último passe ou remate.

Otávio tinha o monopólio do meio campo, aparecendo literalmente em todo o lado e lançando um endiabrado Kelvin para jogadas de recorte técnico impressionante.

No entanto, acabaram por ser raras as ocasiões flagrantes de golo.

Já a acabar o primeiro tempo, surgiu o golo portista. Otávio solta Kelvin pela esquerda que cruza com peso, conta e medida para Ivo, que só tem de encostar. A vantagem ajustava-se.

Na segunda parte, o jogo continuou equilibrado, mas desta feita o ascendente foi mesmo do Tondela que entrou forte e conseguiu transportar o jogo para um patamar muito mais físico.

O Tondela chegou mesmo ao golo do empate, na sequência de um canto, já depois de alguns lances de relativo perigo.

O jogo torna-se cada vez mais partido à medida que se aproxima o seu final. As alterações feitas por Luis Castro trazem mais agressividade ao meio campo portista, mas não são suficientes para conseguir a vitória.

Assim, aceita-se o empate como o resultado mais justo.

 

Análise individual:

Kadu: Na primeira parte tem um erro grave numa saída dos postes, mas no segundo tempo redime-se com 2 grandes intervenções a negar o golo ao Tondela.

David Bruno: Certinho, não teve grande trabalho na defesa e tentou apoiar o ataque.

Diego Carlos: Um erro de avaliação na primeira parte acabou por não manchar uma exibição de bom nível. É um central forte que parece ter margem para crescer.

Reys: Sem grande trabalho. Exibição segura.

Kayembe: Exibição algo apagada sobretudo no aspecto ofensivo, mas sem comprometer.

Tomás: Tentou jogar simples e foi regra geral eficaz.

Francisco: Passou ao lado do jogo numa posição que exige muito mais.
Esteve complicativo e sem a intensidade necessária.

Otávio: Melhor em campo. Na primeira parte foi quase impossível tirar os olhos deste menino. Esteve em todo o lado e fez tudo bem. Mostrou intensidade, visão de jogo, velocidade e capacidade de passe. No segundo tempo caiu ligeiramente de rendimento, sendo ainda assim um dos melhores.

Kelvin: Endiabrado. O lateral direito do Tondela deverá por esta altura precisar de um novo conjunto de rins. Foi exuberante a exibição de Kelvin, embora a definição de alguns lances pudesse ter sido outra.

Ricardo: Um dia para esquecer.

Ivo: Algo apagado, mas a aparecer no momento certo para marcar o único golo da equipa.


André Silva: Depois de um longo afastamento, foi um dos momentos altos o regresso do ponta de lança portista.

Leandro: Deu mais músculo ao meio campo, mas não mais clarividência.

Fred: Não conseguiu ser protagonista


FICHA DE JOGO
FC Porto B-Tondela, 1-1
Segunda Liga, 14.ª jornada
5 de Novembro de 2014
Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia

Árbitro: Manuel Oliveira (Porto)
Assistentes: Alexandre Freitas e Bruno Rodrigues
Quarto árbitro: Hélder Lamas

FC PORTO B: Kadú; David Bruno, Diego Reyes, Diego Carlos e Kayembe; Tomás Podstawski (cap.), Francisco Ramos e Otávio; Ricardo, Ivo e Kelvin
Substituições: Francisco Ramos por André Silva (61m), Ivo Rodrigues por Frédéric (71m) e Kayembe por Leandro (71m)
Não utilizados: Caio, Rafa, Leander Siemann e Pité
Treinador: Luís Castro

TONDELA: Cláudio Ramos; Edu Machado, João Pica, Deyvison e Pedro Araújo; Luís Machado (cap.), Bruno Monteiro, Tiago Barros e Nuno Santos; Tozé Marreco e Piojo
Substituições: Tiago Barros por Rúben Saldanha (46m), Luís Machado por Marco Aurélio (56m) e Piojo por Carraça (86m)
Não utilizados: Rui Nereu, Ricardo Rocha, Joel Silva e Rafael Batatinha
Treinador: Quim Machado

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Ivo Rodrigues (45m) e Deyvison (58m)
Disciplina: cartão amarelo a Otávio (43m), Bruno Monteiro (64m), Ricardo (69m), Edu Machado (73m) e Diego Carlos (90m+1)


Por: Prodígio


Enviar um comentário
>