domingo, 23 de novembro de 2014

FC Porto 29 - 24 Ademar Leon - Segunda parte de luxo

#Andebol #EHF

O FC Porto conseguiu ontem uma importante vantagem para a 2ª mão desta 3ª eliminatória da Taça EHF que se realiza no próximo sábado. 

Previa-se um jogo difícil. O Ademar Leon é um nome grande da modalidade, mesmo já tendo vivido melhores dias. O 4º lugar da sua Liga já não é tão impressionante como seria há uns anos... Mas mesmo assim uma equipa com muito nével. Era importante ganhar e se possível com uma margem confortável. 

O que a 1ª parte nos mostrou é que eles não são nada fáceis de bater. Foram eles que inauguraram o marcador. Daymaro respondeu na jogada seguinte. As equipas pareciam muito similares, defesas em 6*0 e tentativa de saídas vertiginosas para o ataque. Até no estilo havia equilíbrio...

Com tantas semelhanças não é de estranhar a marcha do marcador. Aos 10 minutos, empate a 4 golos. Aos 20 empate a 7. A diferença no marcador raramente foi superior a 1 golo. Quando aconteceu foram favoráveis em exclusivo ao nosso emblema. 

Ao intervalo, e fruto de uns minutos finais a bom nível a equipa espanhola estava em vantagem, 15 - 16 era o resultado. 

O tempo no balneário fez bem à nossa equipa. Acertaram-se detalhes na defesa que foram fundamentais. Neste aspecto estivemos absolutamente espectaculares durante estes últimos 30 minutos. Todos estiveram em destaque mas temos de destacar alguns nomes. Daymaro está um brilhante defensor. Agressivo, atento, espectacular. O menino Miguel Martins, no alto dos seus 17 anos acabados de fazer a mostrar a sua valia. E para terminar Hugo Laurentino eficaz como sempre. 

Esta eficácia levou a que o Ademar não marcasse durante os primeiros 10 minutos. E isto com 3 exclusões nossas pelo meio. 

Esta eficácia defensiva levava a que o nosso andebol rápido se começasse a destacar. O nosso vigésimo golo foi o exemplo perfeito destes minutos iniciais. Defesa eficaz e saída rápida para o ataque. 

Também nos aspectos ofensivos um jogador se destacava. Gilberto Duarte. Estava com a mão quente novamente, quase tudo que atirava entrava. Mich Schubert também estava de regresso às tardes de goleador. Marcou de contra-ataque, 7 metros (3 em 3) e do seu posto especifico.

A diferença no marcador andava sempre à volta dos 3/4 golos depois deste inicio. 

E assim foi até aos 4 minutos finais. O resultado marcava um 26 -23. O cansaço já era visível em ambos os lados. Isso não impediu Gilberto de continuar a brilhar. Recuperação de bola do nosso número 5 e ele mesmo sai para o ataque. Golo! 4 de diferença.

Novo ataque e desta vez Laurentino e Alexis a brilharem na defesa. No ataque bastava aproveitar a mão quente do imparável Gilberto. Remate aos 9 metros e novo golo! Já eram 5 de diferença! Além do golo a reter o mergulho de Alexia para recuperar a bola. Que raça, que dedicação desta equipa!

Gilberto ainda não tinha terminado. Desta vez foi Daymaro a recuperar a bola. Entrega-a a Gilberto. Este remata em queda. Gooolo! Que jogo fez Gilberto! Fantástico!

O Ademar ainda marcou depois e ficaram apenas os 5 golos de diferença. Bom resultado. Não foi melhor ainda porque a 2ª parte demolidora teve de conviver com uma 1ª parte menos conseguida. Mas fica a confiança que somos melhores, queremos mais ganhar do que eles e que vamos passar!


FICHA DE JOGO

FC PORTO-ADEMAR LEÓN, 29-24
Taça EHF, 3.ª eliminatória, 1.ª mão
22 de Novembro de 2014
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 1188 espectadores

Árbitros: Fabian Baumgart e Sascha Wild (Alemanha)


FC PORTO: Hugo Laurentino (g.r.); Gilberto Duarte (10), João Ferraz (1), Daymaro Salina (3), Alexis Hernandez (3), Ricardo Moreira (1) e Mick Schubert (7)
Jogaram ainda: Alfredo Quintana (g.r.), Nuno Roque, Yoel Cuni Morales (4), Edgar Landim, Wesley Freitas, Nuno Gonçalves e Miguel Martins
Treinador: Ljubomir Obradovic


ADEMAR LEÓN: Rogerio Roldan (g.r.), Thomas Kristensen (3), Predrag Vejin (3), João Francisco da Silva (2), José Gutierrez (6), Mikel Aguirrezabalaga (2) e Leonardo Almeida (2)
Jogaram ainda: Ignacio Garcia (g.r.), Sergio Sanchez, Rodrigo Arce (1), Diego Martin (2), Jorge Vega (2), Ricardo Villamanan e Alberto Martinez
Treinador: Diego Gonzalez

Ao intervalo: 15-16


 Por: Paulinho Santos







Enviar um comentário
>