domingo, 1 de março de 2015

FC PORTO B-BEIRA-MAR, 3-2

O Porto B recebeu e venceu, na tarde deste Domingo, o Beira Mar por 3-2.

Registo para as inúmeras ausências na equipa de Luis Castro, desde logo David Bruno, Pavlovski e Pité por castigo e Gonçalo Paciência convocado para a equipa principal. Também a registar a chamada de 3 juniores para esta partida: o médio Clever e os avançados Ruben Macedo (já habitual) e Tony Djim.

O onze registou assim várias alterações com destaque para a entrada de Diego Reys para o centro da defesa, Tomás e Francisco para o meio campo e Roniel para o ataque.

A equipa portista entrou muito bem no jogo e marcou logo aos 3 minutos. Depois de um belo cruzamento de Rafa, a bola sobra para Roniel que não perdoa. 1-0 para o Porto B.

As oportunidades sucediam-se e aos 10 minutos de jogo o Porto já tinha desperdiçado quatro ocasiões claras de golo, por André Silva, Lichnovsky e Roniel.

O meio campo do Porto, formado pelo trinco Tomás, com Francisco e Leandro à frente, controlava as operações e não deixava o Beira Mar criar perigo. Leandro esteve particularmente activo e fez mais uma excelente exibição.

No ataque, André Silva recuava no terreno e funcionava quase como um médio criativo, enquanto Roniel e Fred disparavam como setas nas alas.

Muito importante foi também o apoio dado pelo lateral Rafa, que desbravou caminho pelo lado esquerdo e esteve em quase todas as jogadas de perigo na 1ª parte.

Não foi assim uma surpresa o 2-0. Mais uma vez Rafa a cruzar de forma perfeita para a cabeça de Lichnovsky, na cobrança de um livre.

O jogo parecia destinado a uma goleada, mas não foi isso que aconteceu. Na primeira vez que chega à baliza de Gudino o Beira Mar marca, num lance onde Victor Garcia e os centrais perecem demasiado passivos. 2-1.

Este golo muda o rumo da partida, o Porto retrai-se e adormece, o Beira Mar cresce e começa a ter o ascendente na partida.

Na segunda parte, a partida é mais equilibrada e disputada a meio campo. Menos oportunidades de golo e mais luta.

O Porto acaba por chegar ao terceiro golo numa jogada individual de Fred pela direita, mas logo de seguida Billal empata na sequência de um livre muito bem marcado.

Até final, é o Beira Mar que assume o controlo da posse de bola e que está mais perto do golo, apesar de o perigo criado ser relativo.

O Porto B acaba assim por conseguir os 3 pontos, numa vitória justa.


Análise individual:


Gudino: Ficam dúvidas se não podia ter feito mais no 1º golo sofrido.

Victor Garcia: Algumas dificuldades defensivas, muitas vezes criadas pela circunstância de o lateral ter compensado ausências dos centrais.

Lichnovsky: Melhor a atacar do que a defender, o que não é um bom elogio para um central. Marca o 2º golo da equipa, mas a sua dupla com Reys não funcionou.

Reys: Nunca se entendeu bem com Lichnovsky. Os avançados do Beira Mar surgiram muitas vezes no espaço entre os 2.

Rafa: Melhor em campo. Foi o melhor da linha defensiva e ainda apoiou de forma incansável o ataque, com vários cruzamentos venenosos e combinações bem efectuadas.

Tomás: Certinho no seu trabalho defensivo.

Francisco: Algo tímido na primeira parte, melhorou na 2ª quando recuou no terreno.

Leandro: Um dos melhores na 1ª parte. Um verdadeiro box to box.

Fred: Teve espaço, mas pouco aproveitou. Algo trapalhão. Marcou no entanto o terceiro golo numa boa jogada individual.

Roniel: Bom jogo do extremo. Rápido e sempre bem na condução de bola. Marcou o primeiro e esteve em várias jogadas de perigo na 1ª parte.

André Silva: Jogou sempre melhor longe da baliza que perto dela. Falta-lhe aquele faro de golo...

 
Ruben Macedo: Entrou na fase em que a equipa se retraiu.

Graça: Uma entrada entusiasmada que teve momentos positivos, mas também algumas precipitações.

Anderson: Pouco tempo.


FICHA DE JOGO

FC PORTO B-BEIRA-MAR, 3-2

Segunda Liga, 31.ª jornada
1 de Março de 2015
Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival

Árbitro: Sérgio Piscarreta (Algarve)
Assistentes: João Ribeiro e Filipe Pereira
Quarto árbitro: Pedro Ribeiro

FC PORTO B: Raul Gudiño; Víctor García, Diego Reyes, Igor Lichnovsky e Rafa; Tomás Podstawski, Leandro Silva (cap.) e Francisco Ramos; Roniel, André Silva e Frédéric
Substituições: Roniel por Ruben Macedo (67m), Leandro Silva por Graça (78m) e Frédéric por Anderson (90+2m)
Não utilizados: Kadú, Diego Carlos, Clever, Anderson e Tony Ddjim
Treinador: Luís Castro

BEIRA-MAR: Rui Rego; Pedro Moreira (cap.), Giordano, Fábio Santos e André Nogueira; Anderson Melo e Edu; Chaparro, Paulinho e Manafra; Edema
Substituições: Pedro Moreira por Bilal (46m), Edema por Nádson (65m) e Manafra por Edivândio (80m)
Não utilizados: Márcio Santos, Vitor Vinha, Kinglsey e Juliano
Treinador: Paulo Alves

Ao intervalo: 2-1
Marcadores: Roniel (3m), Lichnovsky (17m), Edema (33m), Frédéric (69m) e Bilal (77m)
Disciplina: cartão amarelo a Tomás Podstawski (19m), Frédéric (30m), Pedro Moreira (44m), Anderson Melo (72m), Francisco Ramos (82m), Graça (87m), Bilal (88m) e Raul Gudiño (90m)


Por: Prodigio
Enviar um comentário
>