terça-feira, 17 de março de 2015

Ministro

#Joker #GomesdaSilva #Palhaço



MINISTRO

Vê-se algo d’errado
Em se ser Ministro
Com’ao anti-Cristo
A fonte do pecado?

Ter vasto percurso
Na vida política
E na vida cívica
Ser prova d’abuso?

Ser-se Conselheiro
Da Magistratura
E desde essa altura
Nem sequer cavalheiro?

E por mero sistema
Falar do processo
No valor inverso
Ao do seu celeuma?

Ter-se Conselheiro
Depois de Ministro…
Tem-s’o Estado nisto
Por tão “trauliteiro”?

Nada que surpreenda
Neste Portugal…
Que fosse est’o mal
Da nossa fazenda!

Mas não tendo renda
Nem sequer os escrúpulos
Sobram-n’os corruptos
No gasto d’agenda…

E é d’estranhar
Qu’em tantos “irmãos”
Se vejam em tais órgãos
Gente “curricular”?

É o país que temos
Na “casta sagrada”…
E em tal consagrada
Tem o país pois menos…

Se me preocupo
Como português
Ver um tal “freguês”
Dum poder corrupto

A insinuar
Como possibilidade
Essa “liberalidade”
Na forma de jogar?

É isto que temos
Na rede de valores?
São est’os “doutores”
A que nos submetemos?

Têm por seguro
O favorecimento!?
E deram cumprimento
Ao programa do Euro?

São estes fanáticos
Que por cá nos governam?
E que nos infernizam (a vida)
Como magistráticos?

É pois esta “casta”
Que está no poder!
Não há nad’a fazer…
Pois vencer, não basta!…

Por: Joker
Enviar um comentário
>