segunda-feira, 9 de março de 2015

FC PORTO B 0-1 PORTIMONENSE



O Porto B recebeu, na manhã deste Domingo, a equipa do Portimonense, tendo perdido por 1 bola a 0.



A equipa portista registava para este desafio algumas baixas como Gonçalo Paciência (na equipa principal), Pavlovski (lesionado), Ruben Macedo e Gudino (ambos titulares pela equipa junior na vitória frente ao Benfica).



Assim, o Porto apresentou alguns regressos como Kadu na baliza e Francisco Ramos no meio campo. Tomás e Roniel repetiram a titularidade do jogo, a meio da semana, frente ao Norwich, para a International Cup.



Mas vamos ao jogo jogado... que não foi particularmente interessante. Para dizer a verdade foi um jogo aborrecido, lento, pouco competitivo e bom para os adeptos que se deslocaram ao estádio dormirem um pouco.



Foi de facto um espectáculo algo triste. Da parte do Porto B um jogo arrastado, constantes perdas de bola e uma dificuldade imensa em ligar sectores, com a bola a chegar raramente ao ataque.



Um meio campo portista com demasiado músculo, mas pouca criatividade. Tomás limitou-se à tarefa defensiva (apesar de o Portimonense não ameaçar na 1ª parte), Francisco Ramos demasiado tímido e escondido do jogo, Leandro a ser mais uma vez o melhor do meio campo em termos de presença no jogo, mas a não ser suficiente para levar a equipa a criar perigo.



No ataque, Roniel recuava no terreno para tentar sozinho e em velocidade levar a equipa para a frente, Fred perdia jogadas consecutivas por falta de apoios, quer dos médios quer do lateral e André Silva completamente isolado e não particularmente inspirado.



Assim foi o Porto da 1ª parte. Já o Portimonense estava tranquilo com as linhas recuadas, sem precisar de entrar em grandes trabalhos para parar o Porto. No ataque a equipa de Portimão não foi particularmente perigosa na primeira parte, embora tenha sido sua a principal oportunidade de golo.



Na segunda parte, o Porto continuou igual, sem chama, sem criar perigo e a viver de fogachos individuais. O Portimonense, pelo contrário, melhorou imenso. Sobretudo com a entrada de Pires que deu à equipa uma presença mais forte no ataque. A equipa de Portimão acaba mesmo por marcar por intermédio de Pires num golo pleno de oportunidade na sequência de um canto.



Nem com as substituições o Porto B melhorou. Luis Castro também não arriscou muito, mantendo um meio campo muito trabalhador, mas pouco criativo.



O Portimonense dominou até final do encontro e acabou por ser um justo vencedor da partida, dada a sua melhor 2ª parte e sua melhor organização no jogo.






Análise individual:



Kadu: Um erro grave num remate de longe poderia ter tido piores consequências.



Victor Garcia: Algo alheado do jogo. Nota-se que tem muito mais potencial, mas precisa de o aplicar. 



Lichnovsky: Algumas falhas na marcação. Saiu lesionado.



Zé António: Algumas vezes ultrapassado em velocidade. A idade aí começa a pesar.



Rafa: Tentou apoiar o ataque e ainda fez alguns dos seus cruzamentos venenosos. Na defesa precisa de ser mais agressivo e melhorar o posicionamento.



Tomás: Fica sempre a ideia de um jogador preso e sem o alcance que um trinco no Porto deve ter. Chega a hora de mostrar mais.



Francisco Ramos: Muito confortável nas tarefas defensivas, mas menos participativo no momento ofensivo. 



Leandro: Melhor em campo. Não fez propriamente um grande jogo, mas foi talvez o jogador que mais disse presente. Lutou bastante e foi dos 3 médios o que mais conseguiu ligar a equipa.



Roniel: Um jogo algo ingrato. Nota-se que tem boas qualidades, é veloz, conduz bem a bola, tem finta, mas sozinho não é fácil.



Fred: Muito desapoiado, tentou por vezes a jogada individual, mas não foi fácil dada a pouca dinâmica da equipa.



André Silva: Andou perdido no meio dos centrais adversários. Neste tipo de jogos pede-se que recue mais no terreno e ajude na construção de jogo.




Diego Carlos: Entrou para o lugar de Lichnovsky e acaba por fazer um jogo regular.



Graça: Uma ou outra arrancada, mas não mudou a forma de equipa jogar.



Anderson: Pouco tempo.


Ficha do Jogo:

FC PORTO B-PORTIMONENSE, 0-1
Segunda Liga, 32.ª jornada
8 de Março de 2015
Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival

Árbitro: João Pinheiro (Braga)
Assistentes: Jorge Fernandes e Miguel Silva
Quarto árbitro: Renato Mendes

FC PORTO B: Kadú; Víctor García, Igor Lichnovsky, Zé António e Rafa; Tomás Podstawski, Francisco Ramos e Leandro SIlva (cap.); Frédéric, André Silva e Roniel
Substituições: Igor Lichnovsky por Diego Carlos (46m), Leandro Silva por João Graça (55m) e Zé António por Anderson (82m)
Não utilizados: Caio, David Bruno, Pité e Tony Djim
Treinador: Luís Castro

PORTIMONENSE: Ricardo Ferreira; Ricardo Pessoa (cap.), Ivo Nicolau, Maurício Antônio e Mamadu Candé; João Paulo, Everton, Fernandinho, Gleison Moreira e Luís Zambujo; Fidélis
Substituições: Fidélis por Pires (57m), João Paulo por Fabrício Messias (71m) e Luís Zambujo por Fabrício Paraíba (78m)
Não utilizados: Carlos Henriques, Fabrício Messias, Ryuki e Rafinha
Treinador: Carlos Azenha

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Pires (63m)
Disciplina: cartão amarelo a Mamadou Candé (14m), Zé António (25m), Fernandinho (26m), João Paulo (58m), Diego Carlos (60m) e Ricardo Ferreira (90+3m)

Por: Prodígio
Enviar um comentário
>