domingo, 5 de fevereiro de 2012

Hóquei em patins, Campeonato, 14ª Jornada: FC Porto 6 - 5 Benfica







Num Dragão Caixa a rebentar pelas costuras o FC Porto recebeu e venceu o seu grande rival Benfica por 6-5, numa partida que se resolveria em pequenos pormenores.

Num jogo impróprio para cardíacos, com uma primeira parte de perfeito equilíbrio e bastante dinâmica por parte das duas equipas, num espectáculo que foi um verdadeiro hino para o Hóquei patinado Português, com várias reviravoltas no marcador.










Com os GR em grande destaque o FC Porto assumia o controlo do jogo mas ía concedendo alguns espaços na sua defensiva que permitía que o adversário não o deixasse descolar no marcador.

Chegaria-se ao intervalo com o resultado em 3-3 e o espectáculo a prometer para a segunda metade.

Na segunda parte os adeptos presentes e os que tele-viam a partida não sairiam de novo defraudados, golos de parte a parte, parada e resposta, hóquei aberto e um avolumar de jogo atacante da turma da casa que lhe permitia chegar aos 6-4, com destaque para as bolas paradas de Reinaldo Ventura.






Até ao final do jogo Pedro Gil ainda falharia um penalti e quando se aconselhava algumas cautelas defensivas da turma da casa eis que de novo numa desconcentração permitiam ao adversário marcar e colocar o marcador final num equilibrado mas justo 6-5 final para os comandados de Tó Neves.

Destaques nesta partida no FC Porto para Edo e Reinaldo Ventura.

Nota para a 14ª vitória consecutiva de um FC Porto que caminha a passos largos para um novo campeonato nacional o que significará o 11º consecutivo.






Ficha do Jogo:


FC Porto Império Bonança-Benfica, 6-5


Campeonato nacional, 14.ª jornada


5 de Fevereiro de 2012


Pavilhão Dragão Caixa, no Porto


Árbitros: Luís Peixoto (Lisboa), Joaquim Pinto (Porto) e José Nave (Lisboa)


FC PORTO: Edo Bosch (g.r.), Pedro Moreira, Caio, Pedro Gil e Reinaldo Ventura
Jogaram ainda: Gonçalo Suíssas, Filipe Santos (cap.) e Tiago Santos


Treinador: Tó Neves


BENFICA: Ricardo Silva (g.r.), Valter Neves (cap.), João Rodrigues, Sérgio Silva e Luís Viana
Jogaram ainda: Carlos López, Diogo Rafael, Esteban Abalos, Cláudio Filho e Pedro Henriques (g.r.)


Treinador: Luís Sénica


Ao intervalo: 3-3


Marcadores: João Rodrigues (9m), Reinaldo Ventura (13m, 20m, 22m, 30m [pen.] e 41m), Diogo Rafael (19m e 50m), Carlos López (23m e 31m) e Caio (34m)


Cartões azuis: Luís Viana (13m e 43m), Tiago Santos (43m) e Ricardo Silva (48m)





Por: Rabah Madjer
Enviar um comentário
>