sábado, 25 de fevereiro de 2012

Campeonato Nacional de Juniores Fase Final - 3ª Jornada FC Porto 3 - 0 Benfica








As duas inesperadas derrotas nas duas primeiras jornadas colocaram este jogo como decisivo para os campeões nacionais continuarem na corrida do titulo.


Conscientes dos perigos que corriam, os jovens portistas entraram no jogo com a disposição de corrigir os maus resultados até então conseguidos. Com cerca de 8` e num excelente remate a cerca de 30 metros da baliza de Bruno Varela, Alves abria o marcador. 






Após sofrer o golo os jovens benfiquistas começaram a ter mais posse de bola e a jogar mais perto da baliza portista mas sem conseguirem qualquer jogada ou perigo para a baliza defendida por Kadú. Aos poucos e poucos se percebia que o aparente domínio benfiquista não passava disso mesmo. Tinham mais posse de bola mas em termos práticos o futebol benfiquista não produzia qualquer jogada com perigo iminente para a baliza portista. Ao invés os jovens dragões tentavam sempre com perigosos contra-ataques criar perigo na tentativa de ampliar o resultado.



Num espaço de cerca de 6 minutos e em duas jogadas de contra-ataque os campeões nacionais conseguiram 2 golos. Primeiro numa jogada de Vion pela direita e num cruzamento para o coração da área aparece Ebo que de forma pouco ortodoxa, com o peito, faz o segundo golo. Passados apenas 6 minutos e na melhor jogada do desafio eis que Tó-Zé pela esquerda faz um cruzamento de trivela para o coração da área e agora é a vez de Vion fuzilar o guarda-redes benfiquista estabelecendo o 3-0. A vitória portista não sofre contestação face ao jogo produzido pelas duas equipas. Se por um lado a equipa benfiquista teve mais posse de bola mas sem causar perigo no ultimo reduto portista, os jovens dragões conscientes da necessidade de uma vitória apresentaram um futebol prático e objectivo com um único objectivo - vencer.







Em termos individuais merece destaque o capitão Tiago Ferreira. Sabendo da extrema necessidade da sua equipa vencer este jogo, este jovem jogador por vontade própria quis jogar correndo riscos com a sua integridade física devido a ter fracturado o nariz no treino de ontem. Um gesto louvável e um exemplo de sacrifício em prol de um grupo do qual é o capitão. Parabéns TIAGO.







Ficha do Jogo:

FC PORTO 3 - 0 Benfica

Centro de Treinos do Olival.

Árbitro: Augusto Costa (Aveiro).

FC PORTO: Kadú; André, Hugo Basto, Tiago, Floro; Mikel, Alves (Paulinho, 84), Tozé, Fábio (Gonçalo, 80) Ebo, Vion (Leandro, 77)
Treinador: Rui Gomes

SL Benfica: Bruno Varela, Ivan Cavaleiro, Bernardo Lopes, Fábio Cardoso, Daniel Martins (Luciano Teixeira, 56), Paulo Teles (João Teixeira, 72), André Gomes, Diego Lopes, Sancidino Silva (João Mário, 65) Carlos Dias, Hélder Costa
Treinador: João Tralhão

Ao intervalo: 1-0

Golos: Ricardo Alves (8), Ebo (65) e Vion (71)

Amarelos: Fábio (30), Ivan Cavaleiro (31), Alves (43), Mikel (53), Paulo Teles (53) e 
Gonçalo (85)






Por: Juary
Enviar um comentário
>