segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Campeonato Nacional de Juvenis 2ª Fase, 4ª Jornada, Zona 2, FC Porto 3 - 0 Braga









Um jogo de um sentido só em que a nota dominante foi mais uma vez o desperdício de golos pelos atacantes portistas.









A equipa joga muito bem, cria muitas oportunidades de golo mas na hora da finalização não há acerto com a baliza. O primeiro golo nasce de uma grande penalidade indiscutível por mão na bola do defesa bracarense mas até esse lance por duas vezes os avançados portistas não acertaram com a baliza. O Braga remetido ao seu meio campo defensivo não conseguia libertar-se da asfixia que os jovens dragões criavam na área bracarense. 

O segundo golo e depois de mais uma serie de oportunidades desperdiçadas nasce de um canto que foi precedido por uma das jogadas mais bonitas do desafio. Francisco Ramos aparece isolado e na tentativa de um chapéu o guarda-redes Tiago in extremis consegue desviar a bola para canto. O Braga numa boa jogada de ataque, a única, quase marcava. Na segunda parte a toada manteve-se e o terceiro golo dos jovens dragões esteve iminente por várias vezes mas André Silva estava com má pontaria. Numa jogada pela esquerda conduzida por Rafa assiste de forma irrepreensível Belinha para o 3º golo.

Os jovens portistas com esta vitória garantiram praticamente a passagem há fase final. Para se tornar realidade basta empatar o próximo jogo na Póvoa. 


Ficha do Jogo:

Centro de treinos do Olival (Gaia).
Árbitro: Héder Ferreira (Aveiro).

FC Porto: João Costa; Marcelo, André Ribeiro, Tomás e Nuno Santos (Rafa, 64); Vitor (Rafa, 64), Raúl (Belinha, 57), Francisco Ramos e Graça (Francisco Costa, 57); André Silva e Ivo. 
Treinador: Nuno Capucho.

SC Braga: Tiago; Bruno, Paulo, Gama e ká; Rocha, André Baptista (Tiago 51), Castro (Bernardo, 65) e Luky (Jota, 60); Tigana e Vilela. 
Treinador: Cristiano.

Ao intervalo: 2-0
Golos: Ivo (16 gp), Tomás (39) e Belinha (74). 
Amarelo: Rocha (54).



Por: Juary
Enviar um comentário
>