segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Campeonato Nacional de Juniores, 2ª Fase, 1ª Jornada, FC Porto 1 - 2 SC Braga







Campeões entram com pé esquerdo...


Surpresa logo na 1ª jornada de um campeonato que promete ser muito difícil com muita luta até ao fim.






Com uma entrada apática e nada normal nos comandados de Rui Gomes os jovens dragões não conseguiram impor o seu habitual futebol objectivo e ofensivo. O Braga muito bem organizado conseguiu dominar o meio campo onde os campeões nacionais apresentaram apenas um dos habituais titulares, Tozé, que de resto foi o melhor portista em campo. Talvez tenha começado aqui a derrota portista já que o seu meio-campo nunca conseguiu tomar conta do jogo. Se por um lado Alves não estava bem fisicamente (mais uma vez a selecção a fazer mossa) não se entende o porquê de se forçar Mikel como titular em detrimento de Paulinho que nos 2 últimos anos contribuiu de forma decisiva para os títulos nacionais desta geração.



Paulinho consegue dar uma consistência ao meio-campo que Mikel por mais que queiram forçar a sua entrada já deu provas que é um jovem muito verde para sub-19. Talvez a primeira consequência de uma má gestão de carreira que não foi pensada na sua evolução como jogador de futebol. 

O Braga dando iniciativa aos jovens dragões apostou tudo no contra-ataque que tirou os seus dividendos em duas das três vezes que se acercou da baliza portista com o contributo decisivo numa má e constante aposta para a baliza - Kadú. Se no 1º golo fez aquilo que um guarda-redes não pode fazer que é defender para a sua frente no 2º esteve pior. A bola só não entrou há primeira por entre os braços porque lhe bateu na cabeça.

Até nisto o jovem Kadú teve sorte. Há primeira teria sido um "frango" monumental mas teve a sorte de a bola ao passar-lhe por entre os braços ter-lhe batido na cabeça e ser necessária a recarga de Alan para a bola entrar na baliza o que atenuou e de que maneira a sua má intervenção.

A perderem por 2 a 0 os jovens dragões ficaram ainda mais intranquilos e até final pouco mais que o bom golo obtido pelo central Tiago conseguiram.


Ficha do Jogo:


FCPORTO 1 - 2 Braga 

Centro de Treinos do Olival, em Gaia.

Árbitro: António Resende (Aveiro).

FC Porto: Kadú, André, Hugo Basto (Fred, 80), Tiago e Floro (Adriano, 87), Mikel, Leandro (Alves, 63), Tozé, Fábio Martins, Ebo, Vion.
Treinador: Rui Gomes

Braga: Bruno Martins, Rúben Freitas, Salvador, Artur Jorge, Afonso Figueiredo, Airosa, Maia, (Du, 68), Carlos Eduardo (Ricardo Bouças, 65), Piquete, Tomás, Alan (Vítor Hugo, 71).

Ao intervalo: 0-2
Golos: Alan (28 e 42) e Tiago Ferreira (67)

Amarelos: Floro (27), Maia (34), Rúben Freitas (38), Salvador (38 e 64), Vion (53), Alan (67), André (67), Bruno Martins (85), Tiago (final do jogo).
Vermelho: Salvador (64) 




Por: Juary
Enviar um comentário
>