quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Segunda Liga, 7.ª jornada: FC Porto B 1 - 0 Oriental

O Porto B recebeu e venceu esta tarde o Oriental por uma bola a zero.


A equipa portista apresentou um onze absolutamente renovado, com várias caras da equipa principal. Na baliza Ricardo fez os seus primeiros minutos da época, Opare ocupou o lado direito da defesa, Reys voltou ao centro da defesa, Campaña liderou o meio campo, Otávio foi o médio mais criativo e Kelvin foi de novo extremo.

De destaque ainda Kayembe que voltou a ser lateral esquerdo e Ivo que ocupou a espaço de ponta de lança (com Gonçalo lesionado).

Mas o que trouxeram afinal todas estas mexidas ao jogo do Porto B? Acima de tudo mais consistência e segurança. A equipa apresentou-se mais ligada e com mais capacidade de explorar o ataque.

O meio campo finalmente apresentou-se com a fórmula habitual do Porto.
Um trinco, Campaña, um médio de ligação, Leandro e um criativo, Otávio.
Este meio campo foi sempre capaz de harmonizar e equilibrar o jogo portista, mas também dar a esse mesmo jogo criatividade.

No entanto, ao ataque faltou sempre a referência. Apesar de até ter sido Ivo Rodrigues a criar as duas principais situações de golo na zona central. Num primeiro momento depois de uma grande abertura de Kelvin e de uma recepção primorosa do extremo portista seguida de remate. Num segundo lance, este a jogada do golo, em que Otávio pressiona bem a defesa do Oriental e depois Campaña descobre Ivo solto de marcação.

O Porto inaugurava assim o marcador. No entanto, não aconteceram mais situações flagrantes de golo na primeira parte, apesar de a equipa trocar bem a bola e explorar bem os flancos.

Na segunda parte, o jogo é mais equilibrado, com muita luta a meio campo. O futebol do Porto ressente-se e o Oriental ganha nova chama, apesar de nunca criar real perigo.

Com o avançar do tempo, o jogo torna-se partido, os espaços são muitos sobretudo nas costas da defesa do Oriental. Kelvin em várias situações trabalha bem, mas falha na definição das jogadas.

O Porto acaba por não aproveitar algumas jogadas de superioridade sobre o adversário e acaba por ter azar quando num livre de Campaña a bola é devolvida pela trave.

O jogo acaba assim com uma vitória justa do Porto B, num jogo que de certo será analisado de perto por Lopetegui.


Análise individual:

Ricardo: Muito seguro em todos os lances.

Opare: Mostrou algumas fragilidades defensivas. No ataque não se viu.
Acabou por sair tocado.

Lichnovski: Foi o elo mais fraco da dupla e centrais com alguns erros.

Reys: Exibição segura.

Kayembe: Jogo muito atrapalhado, mas sem comprometer.

Campaña: Melhor em campo. Um trinco com muita classe. Muito bem no passe, boa presença em jogo. Esteve muito perto do golo.

Leandro: Melhor que nos últimos jogos. A constituição do meio campo ajudou.

Otávio: Muito positiva a estreia deste menino. É muito difícil tirar-lhe a bola, boa visão de jogo, mas o que impressionou mais foi o facto de dar sempre a cara à luta.

Fred: Falhou quase sempre a definição dos lances, mas trabalhou muito e criou espaços.

Kelvin: Primeira parte de fugachos, na segunda metade estabilizou o seu jogo e foi dos mais perigosos, mas falhou também no capítulo da definição.

Ivo: Apesar de não ser ponta de lança, ocupou bem esse espaço. Não conseguiu ser a referência da equipa, mas foi sempre importante ao recuar e encontrar espaços. Fica na retina o passe fantástico para Roniel, a recepção e remate que quase acabou em golo e claro o golo que dá a vitória à equipa.


David Bruno: Entrou para o lugar de Opare. Não comprometeu.

Francisco Ramos: Foi importante pela pressão que exerceu a meio campo.


Roniel: Entrou bem, muito activo e rápido.




FICHA DE JOGO

FC Porto B-Oriental, 1-0
Segunda Liga, 7.ª jornada
17 de Setembro de 2014
Estádio de Pedroso, Vila Nova de Gaia

Árbitro:
Manuel Oliveira (Porto)
Assistentes: Tiago Leandro e Tiago Costa
Quarto árbitro: Júlio Loureiro

FC PORTO B: Ricardo; Opare, Lichnovsky, Reyes e Kayembe; Campaña, Otávio e Leandro (cap.); Ivo, Frédéric e Kelvin
Substituições: Opare por David Bruno (58m), Otávio por Francisco Ramos (65m) e Frédéric por Roniel (86m)
Não utilizados: Kadú, Célestin Djim, Rafa e Tomás Podstawski
Treinador: Luís Castro

ORIENTAL: Mota; Tiago Rosa, Hugo Grilo, Daniel Almeida (cap.) e João Pedro; Tiago Mota, Pedro Alves, Tom e Roncatto; Leonel Alves e Valdo Alhinho.
Substituições: Valdo Alhinho por Miguel Paixão (60m), Pedro Alves por Ballack (64m) e Leonel Alves por Mauro Bastos (74m)
Não utilizados: Janota, Seidi, Córdoba e Henrique Gomes
Treinador: João Barbosa

Ao intervalo: 1-0
Marcador: Ivo Rodrigues (11m)
Disciplina: cartão amarelo a Leandro (64m), Daniel Almeida (67m), Tom (70m), Tiago Rosa (74m), Francisco Ramos (76m) e Hugo Grilo (87m)



Por: Prodígio
Enviar um comentário
>