segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Canto do cisne?

#FCPorto #Joker

O pior receio
Caiu-nos do céu
Deixando ao léu
A água no meio

O jogo emperrado
No centro nevrálgico
E um lance por trágico
No campo molhado

Que nesse critério
Valeu a expulsão!
Com ou sem razão
O julgamento foi sério?

Onde em outros campos
Passam agressões!
Pénaltis, expulsões!?
Que causam mais espantos!

Onde está a verdade
Num campeonato
Ond’o critério “lato”
Não tem credibilidade!?

Por mais que se jogue
Não há volt’a dar
Com este “apitar”
Já reparaste, Lope?

É ano de luta
Contra tudo e todos
Não bastam bons modos
É preciso “labuta”!

É preciso atitude
Lutar mais qu’o dobro
Pr’a obviar este roubo
Que passa por virtude!?

Sempre pr’o mesmo lado
O mesmo beneficiário
No erro “involuntário”
Do ano transacto!?

Dois jogos seguidos
Com dedo do árbitro?
Pr’a se manter o hábito
De sermos “comidos”?

Calar até quando
Esta grassa revolta?
Que ninguém “nota”
E o povo é manso!?

Olhar para dentro
Pr’as insuficiências
Que tantas “ausências”
Levem mais tempo…

Que desvalorizar
O adversário
Tem por corolário
Este empatar…

Qu’em caso de dúvida
Pois não t’esqueças
Destas “sentenças”
D’acusação “pública”!

Eles estão lá
Pr’a te lembrar
Que há que jogar
Com tudo o que há!

Senão, não basta!
Pois está lá o “Rufo”
E o jogo sujo
Que por si s’arrasta!

E a preocupação
É “proteger”!…
Pois está a chover
Nesta estação!

E o jogo duro
Não é aceitável!
E o tackle condenável…
Com vermelho puro!

Quero constatar
A uniformidade
Quando em igualdade
O benfica precisar!?

Vão dar o vermelho
Ao Maxi, ao Enzo?
Por “tackle tenso”
No peito ou joelho?

Já vimos este filme
O ano passado…
Mais um ano gamado?
O canto do cisne?

Por: Joker
Enviar um comentário
>