sexta-feira, 4 de maio de 2012

OUTROS TEMPOS, OUTRAS VITÓRIAS, OUTROS HERÓIS: QUEM MARCOU O 1º GOLO DO PENTA? (CRÓNICA)


1º GOLO DO PENTA: RUI FILIPE









Quando no início da época 1994/95, o FC Porto deu o pontapé de saída, frente ao Sp. Braga, a primeira grande manifestação de alegria foi obra de Rui Filipe, que marcou o 1º golo da época, e da série do Penta.








Sete dias depois (28 de Agosto de 1994), Rui Filipe era vítima mortal de um acidente de viação, enlutando não só os Portistas como todo o futebol português. Tinha 26 anos e tudo para dar ao futebol, porque os seus recursos eram inegáveis. Centrocampista de talento – revelava agressividade, lucodez, boa leitura de jogo e razoável potência de remate -, Rui Filipe afirmara-se como herdeiro de André e preparava-se para comandar o meio-campo Portista na luta pela conquista do primeiro campeonato de Bobby Robson.

A modesta contribuição no relvado - um golo e uma boa exibição, no triunfo por 2-0, sobre o Sp. Braga – aumentaria na proporção da saudade que deixou entre os companheiros, que passaram toda a época a afirmar que queriam ganhar o título para o dedicar à memória de Rui Filipe. Um incentivo que também terá sido um contributo para a conquista de um campeonato que, tal como tinham prometido, todos os jogadores dedicaram a Rui Filipe, cuja imagem perdurará por muito tempo nas Antas.





Por: Nirutam
Enviar um comentário
>