quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Campeonato Nacional de Juniores, Zona Norte 14ª Jornada

FC PORTO 1 - 1 CD Nacional 



Vion




Um jogo que começou com baixo ritmo e que mesmo assim Vion (foto) por duas vezes podia ter feito golo. Primeiro com uma excelente cabeçada em que Igor (o melhor jogador em campo) nada pode podia fazer e depois numa excelente movimentação da equipa coroada com um excelente remate ao poste do francês que começa a revelar que é um jogador para se ter em conta no futuro deste campeonato e não só.







Cerca dos 15 minutos um problema muscular afastou do jogo o azarado Paulinho (segunda vez consecutiva que é substituído por lesão) e entrou para o seu lugar o muito apagado Frederic.

 Há dias que nada sai bem e hoje foi disso exemplo. Frederic esteve mesmo muito apagado e várias vezes as tentativas de ataque da equipa "morriam" nos seus pés. Com a entrada de Fred, Ebo recuou e começou actuar como 10 mas andou perdido todo o tempo em que esteve nessa posição. 
Foi talvez esta substituição que fez com que a equipa tivesse perdido clarividência já que com várias alterações o meio-campo completamente diferente do habitual não encontrou respostas para a super-fechada equipa do Nacional. 

Numa jogada sem qualquer perigo e num remate que bateu em Hugo Basto, Eloi nada pode fazer. O Nacional sem ter criado qualquer perigo adiantou-se no marcador. Depois do golo (26`), até ao final da primeira parte a equipa teve a sua pior fase e não conseguia incomodar verdadeiramente o ultimo reduto do Nacional.

Na segunda parte e sem qualquer alteração a equipa começou a jogar da maneira como tinha acabado a 1ªparte. Muito lenta e sem ideias. Aos poucos e em lances de bola parada começou de novo a incomodar Igor (g.redes que foi dispensado do Olival quando subiu a junior).
 Lima Pereira completamente á vontade falha a oportunidade de empatar o jogo em que numa cabeçada que podia ter sido letal faz um passe para Igor. Depois desta e já com Adriano em campo, L.Pereira teve outra oportunidade que bastava ter encostado a cabeça. É um júnior de primeiro ano que precisa de ter mais garra. Sobrinho do famoso L.Pereira que pode ter no seu tio um bom exemplo de que era jogar com garra. Com a sua estatura e jogando de uma forma mais guerreira pode fazer igualmente uma boa carreira. Tem condições para isso mas não pode jogar de uma forma tão macia.

Tó-Zé



Depois da entrada de Adriano a equipa melhorou consideravelmente e as oportunidades começavam a esbarrar em qualquer perna que aparecia sempre ou então em último caso em Igor. 
 Começava-se adivinhar o golo pela constante pressão sobre a defensiva do Nacional mas só mesmo depois da entrada de Lupeta, muito tardia (aos 85`), a defesa do nacional começou a ficar desequilibrada. Aos 90`de um penalty, duvidoso, muito contestado pelos jogadores do Nacional (só com imagens televisivas é que se pode ter uma avaliação correcta) Tó-Zé fez o empate.




O árbitro, muito fraco, inexplicavelmente deu de descontos apenas 4 minutos. Um critério estranho, já que quatro vezes o jogo esteve parado para dar assistência aos jogadores do nacional que abusaram com permissão do anti-jogo. Só Igor recebeu assistência duas vezes.
Isto não quer dizer que este empate se deveu á fraca arbitragem mas sim ao menor desempenho da equipa que hoje esteve muito abaixo do seu normal desempenho. Apesar de uma exibição fraca da equipa Vion (o melhor da nossa equipa) teve muitos bons pormenores que começa a mostrar que realmente é um reforço muito interessante. É um jogador que fez para já dois jogos a pdl mas que pode também jogar a extremo.

Ficha Do Jogo:

FC Porto: Elói, André Teixeira, Hugo Basto, Lima Pereira (Lupeta, 86m), Floro, Paulo Jorge (Fred, 26m), Alves, Tozé, Fábio Martins, Ebo (Adriano, 76m), Vion
Treinador: Rui Gomes

CD Nacional: Igor, Campos, Diogo, Déni, Bragança, Sérgio, Jota,  Edgar (Moamed, 80m), Camacho (Jorge, 69m), Lucas, Milus (Diogo Meneses, 39m)
Treinador: José Pedro

Ao intervalo: 0-1

Marcadores: Hugo Basto (26m pb) e Tozé (90+1m gp)

Amarelos: Campos (56m), Ebo (58m) e Jota (63m e 85m)
Vermelho: Jota (85m)



Por: Juary
Enviar um comentário
>