quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Conversão


Tenho-os preocupados
Aos outros e aos nossos…
Não vendem os colossos!
E os Euros são escassos!

E da nossa parte
É grand’a desgraça
Por ver quem lá calça
Este ano, com arte!!

Mas são muito caros
Ou são muito velhos…
Ou são estrangeiros
E os jovens são raros…

E vind’o Casillas
Vendemos o projecto!
Rompemos o tecto
Como da vez do Cubillas!?

Tudo a criticar
A nova política
Qu’esta “massa crítica”
É que sabe comprar!

É pô-los a gerir
A empresa Porto
Qu´é tudo lucro!!
Sem défice por cobrir!

C’os pensadores
Desta nova gestão
Temos campeão
Mesmo sem jogadores!!

E a quem inventou
O Porto mundial…
Pois, está tudo mal!
Não se reformou?!

Têm, pois a fórmula
Do clube perfeito!!
E escrevem a eito
Com direito a súmula!

E nisso reflectem
Todo o santo ano
Que lhes sobra pano
Qu’em tudo se metem!

Lá foi o Imbulla
Que foi uma loucura!
Quem é qu’os atura
No qu’o Porto “chula”?!

Que são canibais!
E devoram tudo…
Mesm’o nosso escudo!?
Quanto tempo mais?…

É desta “inteligentsia”
Qu’o futuro espreita?
Que venh’a receita
Pr’a tal sapiência!!

S’algum dia houver
Que lá veja “isto”…
De “mouro” me visto
E vou-me converter!!


Por: Joker
Enviar um comentário
>