quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Talistra

#Árbitros #Benfica #FCPorto #Joker

Semana a semana
Sempre’o mesmo filme
No apito firme
A APAF é soberana!

Sai um Manuel Mota
Ou um Valter Rufo!
C’o Xistra é trunfo
Pr’a expulsar à conta!

Levou-se um ano
A expulsar no benfica
E log’o Talisca
No descerrar do pano!?

C’o uma tesoura
Lá se fez expulsar
Pr’a poder jogar
Na semana vindoura…

Que coincidência
Não ter sido expulso
Quando lá fez uso
Da sua inocência!?

É dad’a pisadela…
O jogo interrompido!
O Xistra é um querido
Pois nunca amarela…

Pr’a estragar o jogo
Ao expulsar o artista?
E ver-se o Talisca
Comprometer, por novo?

Ainda é um garoto…
É preciso protegê-lo!
E um simples amarelo
Pr’a pô-lo fora-de-jogo?

Isso a que serve
Se precisa crescer?
E deitar tudo a perder
Na pisadela…leve?

E s’o expulsou
Nesse final do encontro
Foi porque foi um tonto
No corte de qu’usou!

Não é vermelho directo
Pois foi uma tesoura…
Não uma debulhadora!
Qu’o jogador é correcto!

E teve apenas vontade
De jogar a bola!
Qu’o Xistra não s’enrola
No jogo da verdade!

Não tev’a pretensão
De se fazer expulsar
E vai poder jogar…
Por dupla acumulação!!!

O Xistra foi escorreito
Em extrema seriedade…
E lhe valh’a verdade
S’ele lá deu o jeito!?

Não posso suspeitar
De susposto compadrio
S’ao Xistra vejo brio
Na arte d’apitar!

Se pudesse nomear
Eu, uma Quina D’ouro
O Xistra tinh’o louro…
Mas em segundo lugar!

Qu’o lugar do pódio
Só tinh’o predestinado
Um producto acabado
De tod’o este episódio!

Da APAF é a estrela
Mais cintilante!
O Apito está garante
Nas beiças do Capela!


Por: Joker
Enviar um comentário
>