sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A Semana das Modalidades



BASQUETEBOL

Continua imparável o Dragon Force na Proliga e depois de ter vencido de forma bastante expressiva a Academia do Lumiar, segue-se o Benfica “B”, num encontro respeitante à 11ªjornada, com os encarnados a ocuparem de momento o sétimo lugar, registando quatro vitórias e quatro derrotas.

Na ronda anterior, a equipa “B” do Benfica deslocou-se ao reduto do Atlético e saiu derrotado por 81-55, numa partida onde contou com o Sérgio Silva em bom plano, somando 18 pontos, acabando por ser o jogador mais valioso do Benfica neste encontro, seguindo-se João Soares, autor de 10 pontos e 5 ressaltos.

A equipa do Benfica “B” é composta maioritariamente por atletas bastante jovens, como tal, apresentam inexperiência para estas andanças e por isso não surpreende essa irregularidade em termos de resultados. Dois dos principais elementos deste plantel (Diogo Gameiro e Artur Castela) ultimamente têm estado às ordens do plantel principal que compete na Liga, no entanto, poderão a qualquer momento ser opção na “B” e aí seria de esperar um pouco mais de equilíbrio neste encontro, porque em condições normais o Dragon Force surge de forma clara como principal favorito à conquista dos dois pontos.

Nos dragões, o plantel está na máxima força e essencialmente focado em continuar na senda dos triunfos, evidenciando uma superioridade enorme em comparação com os seus adversários.



HÓQUEI

Passado com distinção o “exame Valongo”, teremos neste fim-de-semana o início da segunda volta, com os comandados de Tó Neves a deslocarem-se aos Açores para defrontar o Candelária. O conjunto picaroto contrariamente a outras temporadas, apresenta-se com objectivos mais modestos, tendo como principal objectivo a permanência na 1ª Divisão.

Decorrida uma volta, a equipa liderada por Hugo Gaidão ocupa a 10ª posição, contabilizando 13 pontos, sendo que no último encontro disputado para o campeonato perdeu em Paço de Arcos por 5-4, chegando a ter um livre directo a poucos segundos do final da partida, contudo, o argentino Mauro Fernandez possibilitou boa intervenção ao guardião Carlos Coelho.

Estas duas equipas já se defrontaram na primeira volta do campeonato, onde na altura o FC Porto goleou a turma picarota por 10-1 (ao intervalo já vencia por 7-0), estando em evidência o Rafa e Vítor Hugo, eles que apontaram três golos cada, cabendo os restantes tentos a Pedro Moreira (bis) e Caio (bis), enquanto no Candelária, o açoriano Edgar Pereira marcou o único tento da sua equipa.
Comparativamente a este jogo existe uma novidade no plantel do Candelária, uma vez que o guardião veterano João Miguel rescindiu o seu contrato com o clube, sendo substituído pelo espanhol Martin Barros.


Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>