domingo, 13 de abril de 2014

Segunda Liga, 38.ª jornada: FC PORTO B 1- 2 OLIVEIRENSE

#FCPorto #FCPortoB #SegundaLiga #Desporto #Futebol

O Porto B recebeu, neste Domingo, a Oliveirense (21º classificado) e perdeu por duas bolas a uma.




Novidade foi a colocação de Mikel a central, com Tomás a assumir o lugar de trinco e o regresso de David Bruno à lateral direita.





Num jogo sempre dominado pelo Porto B, a falta de eficácia portista foi determinante para o resultado, assim como as facilidades defensivas em momentos chave da partida.

O jogo começou morno, com ascendente portista. Sem criar grande perigo, era o Porto que controlava o jogo e se instalava no meio campo da Oliveirense. Ivo e Kayembe mexiam com o jogo em arrancadas velozes.

Foi num desses lances que Ivo rompeu da esquerda para dentro e só é travado em falta. Penalti para o Porto. Tozé converteu com tranquilidade.

A partir do golo a pressão do Porto aumentou e o perigo junto da baliza da Oliveirense também. Gonçalo desperdiçou duas oportunidades claras de golo.

O jogo chegava ao intervalo com claro ascendente portista.

Na segunda parte a história foi diferente. A Oliveirense equilibrou o jogo a meio campo. Luis Guilherme tentou responder a isso mesmo com a entrada do médio Leandro para o lugar de Ivo, mas 1 minuto passado e a Oliveirense chega ao empate. Cabeceamento do gigante Yero nas costas de Quino e golo.

Não demorou a chegar o segundo. Cinco minutos depois, cruzamento pela esquerda e Guima a antecipar-se a Mikel na área. 2 golos em duas oportunidades. Eficácia máxima para a Oliveirense.

Entretanto o Porto continuava a falhar golos e a complicar no último terço. E a Oliveirense aproveitava por esta altura alguns nervos para criar mais situações de perigo.

O jogo arrasta-se assim até final e o Porto perde uma oportunidade de ganhar face a um adversário acessível.



Análise individual: 

Stefanovic: Um erro grave a permitir que Yero quase marcasse. Não teve grande trabalho.

David Bruno: Algumas dificuldades para parar os cruzamentos do seu lado. Uma boa iniciativa no ataque.

Mikel: Com culpas no segundo golo, mas no resto do jogo esteve muito bem e ainda deu impulso ao meio campo.

Tiago Ferreira: Muitas faltas sem necessidade.

Quino: Muito bem no apoio ao ataque. Não consegue ser mais forte que Yero no 1º golo, mas fez cortes importantes.

Tomás: Pouco intenso. Não foi o jogador que o Porto precisa na posição.

Pedro Moreira: Excelente jogo. Esteve em todo o lado quer a cortar inúmeras bolas quer na destribuição.

Tozé: Marcou bem o penalti, no resto esteve algo apagado.

Ivo: Alternou o bom com o menos bom, mas nunca se escondeu do jogo. Ganhou o penalti e foi dos mais irreverentes.

Kayembe: Melhor em campo. Explosivo pelo lado direito. Inventou jogadas, espírito lutador imenso. Assistiu 2 vezes Gonçalo para golos certos.

Gonçalo: Fez quase tudo bem, mas falhou na hora H. Técnica incrível, visão de jogo, capacidade de rotação, explosão. Faltou a finalização e só por isso não foi o melhor em campo.


Leandro: Entrou num mau momento e nunca conseguiu pegar no jogo da equipa.

Fred: Entrou activo e por pouco não marcou aos 84 minutos.

André Silva: Muito bem com algumas arrancadas pela esquerda. Pede mais minuto



FICHA DE JOGO

FC PORTO B-OLIVEIRENSE, 1-2
Segunda Liga, 38.ª jornada
13 de Abril de 2014
Estádio de Pedroso, Vila Nova de Gaia

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
Árbitros assistentes: Pais António e Valter Pereira
Quarto árbitro: Luís Ramos

FC PORTO B: Stefanovic; David Bruno, Mikel, Tiago Ferreira e Quiño; Tomás Podstawski, Pedro Moreira (cap.) e Tozé; Kayembe, Ivo e Gonçalo Paciência
Substituições: Ivo por Leandro Silva (62m), Tomás Podstawski por Frederic (73m) e Kayembe por André Silva (77m)
Não utilizados: Caio, Bruno Silva, Pavlovski e Rúben Neves
Treinador: José Guilherme

OLIVEIRENSE: João Pinho; Carela, Sérgio, Ângelo e Califo; Duarte Duarte, Rui Lima (cap.), Laurindo, Hélder Silva e Guima; Yero
Substituições: Hélder Silva por Carlitos (46m), Laurindo por Renan (58m) e Duarte Duarte por Ely (60m)
Não utilizados: Mamadou, Paulinho, Zé Sousa e Pedro Oliveira
Treinador: Artur Marques


Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Tozé (29m, g.p.), Yero (63m) e Guima (68m)
Disciplina: cartão amarelo a Pedro Moreira (22m), Carela (28m), Califo (71m) e Guima (90m)


Por: Prodígio 

Enviar um comentário
>