segunda-feira, 5 de maio de 2014

Segunda Liga, 41.ª jornada: FC Porto B 3 - 2 SC Braga B

#FCPorto #FCPortoB #SegundaLiga #Portugal #Futebol #BragaB

O Porto B recebeu e venceu, este Domingo, o Braga B por três bolas a duas.

Na equipa portista destaque para as ausências do médio Tozé e do extremo Kayembe (ao serviço da equipa principal) e do lateral Victor Garcia (lesionado). Para os seus lugares entraram o médio Leandro, o extremo Fred e o lateral David Bruno.

Na primeira parte reinou o equilíbrio entre as duas equipas. Um equilíbrio que só foi perturbado por 2 erros individuais. Primeiro do lado do Porto, logo aos 5 minutos, Stefanovic oferece o golo a Piqueti.
Um erro grave do guarda redes portista. Aos 14 minutos, é Hugo Basto que falha. Depois de um cruzamento pela direita de Fred, o defesa bracarense encosta para a própria baliza.






Para além destes 2 lances não se verificaram situações flagrantes de golo. As equipas estavam perfeitamente encaixadas e lutava-se sobretudo a meio campo. Ao Porto faltava-lhe criatividade para fazer chegar a bola aos homens da frente. Leandro (até pelas suas características) nunca foi o jogador capaz de fazer a ligação.





O único lance digno de registo foi uma jogada pela direita de Ivo que abre para Leandro ao meio, mas o remate sai ao lado.

Chegava-se assim ao intervalo com um empate justo.

No entanto, a segunda parte traz uma história diferente. Uma história que começa, desde logo, com a entrada do médio Pavlovski (para o lugar de Zé António, com Mikel a recuar para central).

É inegável que esta substituição muda o rumo do jogo. O Porto B passa a ter o controlo absoluto da posse de bola e, mais importante, passa a ter o elo de ligação ao ataque.

Esse domínio materializa-se em várias oportunidades de golo. Logo aos 48 minutos, Gonçalo Paciência isola Fred para uma grande defesa do guarda redes bracarense.

Logo a seguir, Pavlovski descobre Ivo, que remata mais uma vez para defesa de Pedro Cavadas.







Mas ao 53 minutos nem o guarda redes do Braga conseguiu travar o remate de Gonçalo Paciência. Depois de começar a jogada ainda a meio campo, o ponta de lança portista aparece à entrada da área para receber o passe de Ivo e não dá qualquer hipótese. Golo do Porto.





As oportunidades continuam a aparecer. Fred remata perto, depois de um excelente trabalho na área.

O Braga, apesar de estar por baixo no jogo, também cria uma oportunidade flagrante, com Stefanovic a salvar.

Mas é o Porto que logo a seguir chega ao 3-1, com Pavlovski a isolar Fred num passe de génio. O extremo portista é eficaz no frente a frente com Pedro Cavadas.

Fred volta a ter uma oportunidade de ouro logo a seguir, mas desta vez falha.

O Braga ainda reduz, num lance às três tabelas, mas a vitória essa já estava entregue.

Uma vitória justa, sobretudo pelo futebol apresentado na segunda parte.


Um resultado que deixa o Porto com possibilidades de chegar ao título.




Análise individual:

Stefanovic: Um erro grave que deu o golo ao Braga. Uma grande defesa que evitou o golo do Braga. No resto, esteve seguro.

David Bruno: Um excelente jogo do lateral. Sempre concentrado a fazer vários cortes importantes. Tentou sempre apoiar o ataque.

Zé António: Seguro. Saiu quando o Porto teve de arriscar.

Tiago Ferreira: Um jogo seguro, mas falhou no segundo golo do Braga.

Quinones: Um jogo regular.

Mikel: Esteve bem e cumpriu tanto na sua posição como a central.

Pedro Moreira: O relógio suíço que nunca falha. Um jogador com quem se pode contar sempre.

Leandro: Jogou numa posição que não é a sua. Embora em terrenos mais avançados tenha mais hipótese de colocar o seu forte remate, não tem a capacidade para ser o elo de ligação e o criativo que a equipa precisa.

Ivo: Excelente jogo. Foi um quebra cabeças para os defesas do Braga com as suas fintas. Um projecto de extremo que o Porto tem de desenvolver.

Fred: Grande regresso à titularidade do extremo. Para os mais distraídos, Fred era um dos melhores juniores do Porto o ano passado, mas teve uma grave lesão. Neste jogo, foi um dos melhores. Muito bem nas desmarcações, vários bons cruzamentos, sempre activo e presente. Marca um golo e podia ter marcado mais dois.

Gonçalo: Fantástico jogo, mais um. Grande golo, num movimento à ponta de lança. Isola Fred com um passe fantástico. Podia ter marcado mais 2 golos não fossem as defesas de Pedro Cavadas.


Pavlovski: Melhor em campo. Pelo que a equipa mudou com a sua entrada e pela sua performance individual. Não engana, um daqueles médios que joga de cabeça levantada e mete a bola onde quer. A sua ausência durante tanto tempo só se justifica com o facto de ainda não ter contrato definitivo com o Porto.

André Silva: Discreto.

Tomás: Pouco tempo de jogo.





FICHA DE JOGO
FC PORTO B-SC BRAGA, 3-2
Segunda Liga, 41.ª jornada
04 de Maio de 2014
Estádio de Pedroso, Vila Nova de Gaia


ÁrbitroHugo Miguel (Lisboa)
Árbitros assistentes: Pedro Garcia e Hernâni Fernandes

Quarto árbitro: Paulo Soares



FC PORTO B: Stefanovic; David Bruno, Tiago Ferreira, Zé António e Quiño; Mikel, Pedro Moreira (cap.) e Leandro; Frederic, Gonçalo Paciência e Ivo
Substituições: Zé António por Pavlovski (46m), Ivo por André Silva (74m) e Frederic por Tomás Podstawski (89m)

Não utilizados: Caio, Rafa, Bruno Costa e Bruno Silva
Treinador: José Guilherme

SC BRAGA B: Pedro Cavadas; Tomás Dabó, Hugo Basto, Gonçalo Silva (cap.) e André Pires; Djibril, Patrão, Thales e Nuno Valente; Erivaldo e Piqueti
SubstituiçõesAndré Pires por Chidi (64m), Nuno Valente por Platiny (69m) e Djibril por Diogo Ribeiro (80m)
Não utilizados: André, Michal Grunt, Artur Jorge e Zhestkov
Treinador: Bruno Pereira



Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Piqueti (5m), Hugo Basto (14m, na própria baliza), Gonçalo Paciência (54m), Frederic (79m) e Diogo Ribeiro (82m)


Disciplina: Cartão amarelo a Thales (38m), Mikel (82m) e David Bruno (89m)




Por: Prodígio 
Enviar um comentário
>