sexta-feira, 15 de junho de 2012

MESTRE COSTA SOARES a nossa singela homenagem (CRÓNICA)


Uma singela homenagem a um enorme campeão






Se dermos uma vista de olhos no dicionário “campeão” é alguém que se destaca numa actividade (com qualidades típicas de vencedor). Pode-se ser campeão de futebol, de ténis, enfim nas mais diversas actividades desportivas e, a mais importante, campeão na vida. Estou a falar de pessoas que lutam dia após dia para contornar as grandes dificuldades desta existência, fugaz, que é a vida terrena.

Campeão não é só aquele que vence a doença, mas também quem lutou, apesar de não ter vencido. Campeão é quem olha a morte olhos nos olhos, com a força de quem nunca desiste, e não aquele que nunca cai, é quem sabe levantar-se.
Campeão é quem encontra uma saída para a adversidade e, mesmo sabendo que não vencerá, aprende a viver com ela até ao último suspiro.Campeão é quem luta contra um final anunciado sempre com um sorriso do tamanho do mundo. Isso é ser campeão.





O desconforto é enorme só de pensar na luta inglória e, porque não dizê-lo, heróica, que tantas pessoas travam contra o destino, porque na batalha da vida só se pode combater sorrindo e pensar que tudo irá acabar bem.

Os campeões são também grandes combatentes, que, desde a infância, sempre souberam ser grandes, nas vitórias e nos desaires. São outro tipo de vencedores, porque na vida há de tudo, os campeões e os outros.

O universo desportivo português e, essencialmente, o mundo Portista, está mais pobre. Campeões há muitos, mas, da envergadura de Costa Soares, são raros.

Mestre Fazedor de Campeões, Foto pertença de: http://longara.blogspot.pt/


Descansa em paz. A tua obra fala por ti.


Por: Nirutam
Enviar um comentário
>