sábado, 29 de abril de 2017

Tétrico, não "tetra"


Tétrico, não "tetra"

Só pode haver consórcio 
Onde um pedreiro não livre,
Tenha um advogado d'élite 
Pr'o defender num crime de sacerdócio!

Esse crime d'adesão 
A uma seita ilegal,
Que não tem consequência penal 
Por consequente inimputação!

E a tese do acidente 
A todos nos ench'as medidas,
O que releva das inúmeras feridas 
No carro do incocente...

O crime está nesse ilícito,
O dano no Renault Clio!?
A qu'um italiano, já frio,
Der'o corpo ao delito!?

Os advogados de renome
Deste enorme Portugal, 
Cobrem o espectro do ilegal 
Com tal epítome!

Gozam c'a nossa cara
Os assassinos e traficantes,
Porque nos honorários litigantes 
Há sempre uma ave rara!

Estas aves que circulam 
Nos crimes de colarinho branco, 
Ou dos que assaltam um banco
No dinheiro que nos facturam!?

Esta gente sempre pronta 
A defender o pedreiro, 
Vem do mesmo chiqueiro 
Qu'a conta!

São polícias e ladrões,
Traficantes e assassinos, 
E advogados paladinos, 
Nas mesmas relações...

O dinheiro pr'o doutor 
Há-de vir do mesmo local,
Donde um banco de Portugal
Decide empréstimos sem penhor!

Os mais de 600 milhões
Dão um saco muito grande,
E há dinheiro par'a gangue 
Em múltiplas ocasiões!

São ladrões & polícias 
Na associação do benfica, 
Qu'o processo que mais os qualifica 
É o fabrico de perícias...

A comissão de honra 
Pejada de inspectores,
Garante processos e confessores 
De sobra...

Essa brigada especial 
Que gerou fartos processos,
De cujos resultados, complexos,
Não deram ilícito penal!?

A não ser o desportivo 
Nas mãos do tal "jurista",
Que se queria por purista 
No direito pr'o amigo!

Qu'Associação que aqui vai!
São polícias, são ladrões!
E vão ser campeões 
Num ai!

Já só faltam 4 jornadas
E vai o Chaves comer a relva,
E podem jogar como se na selva, 
Às sarrafadas!

C'o Xistra, bem nomeado, 
Por um tal dito "conselho",
Vai ter um olho esguelho 
Se vir um penálti "filmado"!

Um "penálti de televisão",
Daqueles que estão na moda!
E assim continua a roda 
Da "competição"...

Qu'o presidente da APAF
Também veio pedir contenção,
Qu'os bilhetes já os tem na mão,
Mais os vouchers e os RED PASS!

Só faltou vir o Orelhas 
Dizer que não fala demais, 
E se fala pr'os jornais 
É por força das cartilhas!

Que mostra muito serviço
E ganha muito no campo, 
E se ganha mais outro tanto 
Ninguém tem nada com isso!

Fez as "coisas por outro lado"
Porqu'o benfica é um magistério!
E desde que foi ao ministério 
Nunca mais teve outro resultado...

Só falta levar a mala
Agora pr'a Vila do Conde,
Porque lá ainda s'esconde 
A alcavala!

E aí podendo perder 
A oportunidade do tetra,
Leva-se a mala aberta 
Pr'a outras encher!!

E os poderes deste país 
Nisto assobiam pr'o lado, 
E o Brahmi que, coitado, 
Que não fala o francês dos Petits!?

Porque se s'expressasse bem,
Num francês bem rebuscado, 
Já nisso estava inocentado 
Com'o rapaz do "Cacém"...

Ah, é d'Amadora?
E nem vai a sumaríssimo?
Vai ser julgado p'lo meretíssimo 
Da Boa-Hora?

Ou é o Rangel 
Que lá o vai julgar?
E o italiano ainda condenar 
Por ser infiel?

Por estar de madrugada 
Ali na Cosme Damião!
E isso pesa na acusação 
Por violação do código da estrada!?

Provocou um acidente 
Ali junto ao Estádio do "glorioso",
E isso é um acto doloso 
E indecente!!!

Coitado do rapaz 
Qu'ia pr'a Amadora,
E que numa mudança rotora 
Acelarou sem olhar para trás...

Foi por "Estado de necessidade",
Agiu em "Legítima defesa"!!
Foi um acto de destreza 
Sem culpabilidade...

Não havia claques 
Ali nas redondezas,
E lutas, ainda acesas,
Em frondosos ataques... 

De carros contra ultras,
Por aquilo que lá li,
E eu a que nada assisti 
Tenho-as por boas condutas...

As claques que, ilegais, 
Não há poder qu'as obrige!
E ninguém qu'as legalize 
Em processos sempre iguais...

Metidos na gaveta 
Por se tratar do benfica...
E "Portugal" o que significa 
Senão "tetra"!?

Joker
Enviar um comentário
>