quarta-feira, 19 de abril de 2017

Gratuitidade!



Gratuitidade!

Quer-se de total confiança
O Presidente da APAF,
Porqu'o benfica tem classe
De cobrança!

Que lá ao pedir desconto
Em nome do associativismo, 
Teve um acto de civismo 
Pr'a não pedir mais qu'um conto!

E apesar daquele não ser
Um homem de "plena" confiança,
Não se lhe fez a cobrança 
Mesmo c'o estádio a encher!

E nos ditames das conversas
Entr'a APAF e o benfica,
Tudo de muito s'explica 
Do campeonato às avessas!

Tentam sempre resgatar 
A independência do dirigente,
Pr'o colocar um pouco mais à frente 
Na hora de testemunhar!?

Mas o pedido directo 
Teve que vir da Associação,
Não a dos árbitros, a do "Coração,
Cabeça e Método"!

E nisto convidados 
No pedido "oficial",
Lá foi o grupo coral
Ao salão dos encarnados!

E ninguém ficou a saber
Que tinha sido da APAF,
O pedido de tal passe 
Pr'o "glorioso" s'ir ver!!

Fica tudo pois em casa
Entr'os árbitros e o benfica,
Qu'é uma instituição muito rica, 
Por isso tudo dá de "graça"...

Fica apenas um favor
Pr'a se cobrar mais tarde:
Antes qu'o campeonato acabe
O pagamento do voucher!

A expulsão a pedido
Dum jogador e dirigente,
E um relatório inteligente
D'árbitro comprometido...

Aquele que, xenófobo
E racista,
Sentiu a careca na crista
Num francesismo em monólogo...

E nisto apagou a conta
Que tinha no facebook,
Simulando outro imenso truque
Qu'a todos afronta!!!

Esta gente que, mentindo,
Tudo simula por árbitro,
E num comportamento lunático
Ainda se vai rindo...

E apit'a sua equipa
Sem ser suspenso por racismo!?
Porqu'a APAF é do associativimo
Qu'apita!?

E pedindo bilhetes
Lá pr'a "Alcanizes",
Protege os seus inúmeros rapazes-
De-fretes!

Fica tudo garantido,
Não com desconto, gratuitos!!
E os bilhetes, ainda que muitos,
É a "fundo perdido"...

E enche-se a lixeira
Com bilhetes a contado,
E n'APAF tudo controlado
Par'a roubalheira!

...

Não há possibilidade
De se comunicar à UEFA,
Qu'o Antunes é racista
Por gratuitidade?

Joker


Enviar um comentário
>