domingo, 14 de maio de 2017

República das bananas

O país é isto...


República das bananas

O país acordou chuvoso
Depois do milagre...
Chove,
Mas está um dia orgulhoso!

O nosso primeiro
E o das finanças,
Ainda acalentam esperanças 
De conseguirem mais dinheiro!?

Agora, depois do milagre,
Talvez seja dia de pagamento,
E se faça o cumprimento 
De quem o deve...

Mais de um bilião
No desfalque,
Mas o benfica é que sabe 
Ser campeão!

Que orgulhosos 
Estavam os governantes na festa!
Os dois num testa-a-testa,
Com'os poderosos!!

E o Luís
Das claques ilegais,
Legitimado p'los dois vogais
Que "mandam" no país!

Na república das bananas
Prevalece o milagre por governação, 
E há nisto um campeão
Tod'as semanas!

É pr'a manter 
O populismo em alta,
Porque nist'a malta 
Gosta do poder!

E se se for do benfica
Há a garantia de seis milhões,
São muitos votos e multidões 
De que ninguém abdica!

Por isso o grande festejo
No dia da "Aparição"!
E até na Eurovisão
Se cumpriu o desejo!

Foi nesta "santidade"
Que se fez finalmente Portugal,
E o Papa deu-nos carta de foral 
Pr'a eternidade!

Somos uma república
De pleno!
Portugal tem pleno governo 
P'la nova encíclica!

Só espero qu'o meu Porto
Nunca abr'as portas a tal gente,
E se lá veja o meu presidente 
Ir em tamanho engodo!

Manter distâncias 
C'a república das bananas!!!
Deixá-los nas suas hossanas 
E militâncias!

Espero nunca ver 
Por lá estes "ministros",
Pr'a mim são os anti-cristos
Deste modo de vencer!

Os patrocinadores
Da Liga Salazar!
E ainda se põem a gozar 
C'os portugueses "menores"...

Só falta vencer
A Taça da república,
E a nação querer-se única 
Na força de tal poder!?

O meu país 
Já não é Portugal,
Pois qu'esta república dual
Perdeu-me o cariz!

Já não acredito
Na justiça e igualdade!
Um governo que legitima a dualidade
Tornou-se um mito!

É franc'a desilusão 
Com esta mentalidade;
A portugalidade 
É uma ilusão...

Eles querem-se santos 
A vencer por fora, 
E nunca como agora
Lá se mostram tantos...

Tantos encartilhados 
Que disso fazem gáudio,
E mostram-na ali no estádio 
Com resultados...

E o governo aplaude!
E apoiam as claques!
E o povo tem baques 
Na fraude!

Tudo legitima 
O estado da nação,
Um benfica tetra-campeão 
É a nossa sina...

O qu'eles celebram
Um êxito tão suspeito,
E o que lhes dá jeito 
O qu'as águas levam...

Chove....
Está um dia negro!
Mas há pleno emprego
Das nove às dezanone...

E nesta república 
Não nos faltam bananas,
E há sempre uns Botswanas
Piores qu'esta réplica!

Ainda que mais sérios
São um pouco mais pobres,
E não têm tantos "nobres"
E tantos ministérios!

E não vencem a Eurovisão
Ou têm a visita do Papa, 
E um benfica que nos alapa 
Tod'a competição!

Ou claques ilegais
Que matam impunemente,
E à frente de tod'a gente 
Cantam qu'as leis são virtuais...

E c'o primeiro-ministro
Ali mesm'a assistir!?
E mesmo que foss'a fingir,
Um país seria isto?

Isto é um bananal
Com novecentos anos!
Há golpes palacianos 
Mais sérios que Portugal....

Joker

Enviar um comentário
>