segunda-feira, 8 de maio de 2017

Fado, Futebol e Fátima



Este já está devidamente trajado...


Fado, Futebol e Fátima

Finalmente, 
Cumpriu-se Portugal!?
Firmámos o nosso ideal
Do antigamente!?

O "tetra",
No dia de Nossa Senhora,
E nunca antes como agora 
O país atingiu a meta!?

Cumpriu-se, Pessoa!?
Lá vencemos o Monstrengo!?
E daqui ao pleno emprego 
É como chegar até Goa!?

Finalmente a descoberta
Do caminho marítimo
E sempre naquele ritmo 
De quem a tem por certa!

Somos uma nação 
De valentes!
D'árbitros e dirigentes 
Da navegação!

É sempr'a eito
Nas caravelas!
Abram mais as velas 
Qu'o Mostovoi atravessou o estreito!!

Já passámos o Adamastor!
Que fado, que canção!
Nem sequer uma expulsão,
Monstro voador!!?

Ou o quinto amarelo,
Mas já depois de campeão...
Qu'o Pizzi, o ás da "impunição"
É o segredo de polichinelo!?

O país está em festa,
E até o Papa nos abençoa,
E Nossa Senhora, tão boa,
Padroeira de gente honesta....

Todos ao santuário
Do Marquês!!
E festejemos, outra vez, 
C'o santo sudário!

Chamemos o d'Associação
E os do Conselho, 
E rezemos o santo evagelho
Par'a multidão!

A tanto milhão 
De "crentes",
Que de tão "bendizentes"
Merecem a salvação...

Troquemos a Bíblia
P'la Cartilha,
E leiamos como se mont'a armadilha 
Da "xenofobia"...

"Somos todos irmãos de fé,
Mas nós somos o benfica!!!
E o qu'isso significa?
Qu'o árabe é a língua de Maomé!!"

"Vamos lá rezar
Ao João pode Ser!
Avé "Maria" do Poder 
Nomear!!"

Há tanta beatitude
Nos jornais canónicos,
Qu'hoje são lacónicos 
C'o Deus qu'os acode!!?

Grande Mostovoi!
Já és um beato!
Sempre foste um santo inato 
Com' Santo Elói!

E na tua cruzada 
Realizaste a trindade santíssima:
Fado, Futebol e Fátima,
Pr'a próxima jornada!!!

Só espero que na sequela 
Da consagração, 
Se nomeie o Santo Paixão,
O Santo Ferreira ou o Santo Capela...

Ou mesmo o Ferrari vermelho,
O Santo Algarvio!
E se marque um penálti tardio 
Como diz o Evangelho...

Ou nisto s'expulse o Luisão
Por encostar a cabecinha,
E se faça um cenazinha 
Como se fosse agressão...

E que nisto o 4º árbitro,
Por especialista em árabe,
Sej'o Tiago-moçárabe,
Já trajado c'o seu hábito!

Vermelho, par'a missa cantada, 
No gáudio da consagração!!
E no estádio uma entoação 
De nação nunca acabada...

Joker

Enviar um comentário
>