sexta-feira, 6 de novembro de 2015

A aposta



Foi o sporting à Albânia,
Pátria de Enver Hoxha…
Jogar c’uma equipa coxa
Que não é sequer de Tirana!?


E nisso foi bem soberbo,
O sporting não de Lisboa!
De Portugal, como bem soa,
Nesse prestígio do verbo…

Que sendo bem Português,
Nos envergonha lá fora!
Coisa que não é d’agora…
E logo contr’o Albanês???

Levaram três sem resposta,
Dum clube dito Skenderbeu,
E a Europa emudeceu…
Quem fala agora em aposta???

Só pode existir marosca,
Por causa dos apostadores!
Qu’os leões perdedores,
E logo por três, quem aposta?

Por isso é investigar
O dito jogo na Europa,
Qu’ sporting não faz batota
Mesmo que sai’a lucrar!?

E sabendo vencer a Europa,
Quando sair do país…
Nisto qu’o Jesus nos diz,
Quem acredita na anedota?

Só pode ser do sistema
Das casas de jogo d’azar,
Qu’o sporting possa lutar
Contra equipa pequena…

Ainda que no estrangeiro
Refreie, pois, tal prestígio,
Não há nisto litígio
No plano pós-financeiro!

A aposta é genial,
Do club’a perder por três…
E logo contr’o Albanês!!
Quem apostaria igual?

E nisso há apostador
Que não levant’a suspeita,
E nisso recuper’a receita
Pr’o clube aí perdedor…

Está ganh’o jogo europeu
N’aposta dum vencedor,
A Champions? Há pois melhor:
Um jogo c’o Skenderbeu!!


Por: Joker
Enviar um comentário
>