sexta-feira, 15 de maio de 2015

Manto sagrado

#Joker #Benfica #Jesus #FCPorto

Nasceu criança
E tornou-se Deus!
Entr’os hebreus
Maior a esperança…

Nasceu sem roupa
Nesse deserto
E viveu sem tecto
A vida toda…

E morreu cedo
Sem ter legado
Manto ou cajado
Em espólio quedo

A nada aspirava
A não ser Justiça
Vivendo à justa
Não queria nada…

E pode qualquer manto
Ser assim, sagrado?
Mesmo d’encarnado
E a estender-se tanto?

Pod’a vestimenta
Que lá os protege
Ser dum herege
Cheio d’água benta!?

Pode esse manto
Ter-se por sagrado
Já que está dotado
De remédio-santo?

Por ser milagreiro
Nas horas d’aperto
Tem-se o manto perto…
Junto ao batoteiro?

Pode ser sagrado
Esse manto antigo
Como se fosse castigo
Lembrar-lh’o passado?

Quem se despojou
Dessa vã vaidade
Por tod’a eternidade
Nunca um manto usou!!

Pois outro Jesus
Faz bem dele uso!
E por sagrado, é escuso
A morrer na cruz!

E mesmo assim
Tem-se por profeta!?
Mesmo se não acerta
Outra vez, no fim?…


Por: Joker
Enviar um comentário
>