domingo, 23 de agosto de 2015

FC Porto B 2 - 1 Oriental (Crónica)

 




A contar para a 3ª jornada da liga, o FCPorto B recebeu e venceu o Oriental por 2 - 1.

Para este jogo, o técnico Luis Castro não pôde contar com os médios Mikel e Tomás (ambos lesionados).

No onze portista destaque para a estreia a titular do jovem Caio na baliza. Também destaque foi a estreia de Maurício, central vindo do Portimonense, que acompanhou Verdasca no centro da defesa. As laterais ficaram a cargo de Victor Garcia e... Pité. Sim! Foi mesmo esse Pité. Apesar de ser médio ofensivo, Pité trabalhou durante a pré época como lateral esquerdo e parece ser mesmo a principal alternativa a Rafa para o lugar. No meio campo, o mexicano Omar Govea foi o homem mais recuado, Francisco Ramos e Graça os outros médios. No ataque, mais uma surpresa, Ismael Diaz estreou-se e logo a titular. O extremo fez companhia a Gleison e André Silva.

Mas vamos ao jogo jogado! Até porque foi um jogo muito bem conseguido por parte da equipa portista.

Logo aos 3 minutos, o extremo Gleison cruza para o centro da área onde Ismael desperdiça uma oportunidade de ouro, rematando por cima da trave.

Era uma questão de tempo e aos 14 minutos, acabou por surgir mesmo o golo do FCPorto. Aliás... um golaço de Pité! O esquerdino fez de pé direito e de primeira um golo para recordar ainda fora da área.

O FCPorto B começava assim forte, uma tendência que se prolongou por toda a 1ª parte e que se deveu sobretudo à presença forte do meio campo portista. Omar Govea esteve em todo o lado, chamando a si cortes atrás de cortes, desarmes incríveis e um pulmão assinalável. Esta presença forte do mexicano deu a Francisco Ramos mais liberdade do que é habitual. Também Graça fazia parte da equação sendo fundamental na pressão alta exercida pela equipa e em combinações atacantes.

Na frente os extremos tiveram um papel fundamental. Ismael pela velocidade e potência rasgava no lado esquerdo, Gleison pela inteligência e versatilidade tanto combinava com os médios em jogo interior como ia à linha cruzar. André Silva tentava finalizar na área embora não tenha estado particularmente inspirado.

Com todo este poder de fogo do meio campo para a frente, a defesa teve uma 1ª parte tranquila com raras excepções. Uma delas foi a jogada que deu o golo do empate ao Oriental. Gomes lançado em velocidade, surge entre Verdasca e Maurício e acaba por bater Caio.

Mas a gracinha do Oriental não durou muito tempo. Aos 23 minutos, Gleison solta para Francisco Ramos que é derrubado na área. Penalti para o FCPorto B que André Silva não desperdiça.

Chegou-se assim ao intervalo.

A segunda metade começou na mesma toada e nem alguns erros do central Maurício puseram em causa a superioridade do FCPorto B.

André Silva desperdiçou mesmo uma grande penalidade (diga-se que não pareceu haver falta sobre Graça). Também Ismael Diaz falhou quando já seguia isolado.

O jogo estava claramente a pender para o FCPorto e só mesmo a primeira substituição de Luis Castro mudou esse rumo. Graça saiu para dar lugar ao argentino Fede Varela e foi a partir desse momento que o Oriental conseguiu subir as suas linhas e o Porto teve que descer as suas.

Nesta fase destacou-se um miúdo vindo dos juniores, o central Verdasca, que conseguiu anular praticamente todas as jogadas do Oriental. Apesar de Maurício ter muito mais experiência foi Verdasca o verdadeiro Patrão da defesa.

Até final, o jogo equilibrou-se, mas o resultado manteve-se.

Fica uma bela imagem desta equipa muito jovem, mas com muito potencial. De referir que foram utilizados 6 jogadores da formação do clube.




Análise individual:


Caio: Seguro. Nenhuma defesa particularmente difícil, mas correspondeu.

Victor Garcia: Bem acima das suas últimas exibições. Muito activo tanto no ataque como na defesa.

Verdasca: Uma tremenda 2ª parte a estancar qualquer reacção possível do Oriental. Seguro, atento e eficaz.

Maurício: Erros de principiante, ainda assim uma boa presença física que de certo será importante.

Pité: Ainda é cedo para perceber o que poderá trazer a esta posição, mas a exibição foi boa dentro do que foi o jogo. Grande golo.

Omar Govea: Melhor em campo. Impressionante os inúmeros desarmes que fez ao longo do jogo. Sempre presente, com uma raça tremenda e excelente posicionamento em campo.

Francisco: Omar deu-lhe liberdade e ele aproveitou. Mais atrevido do que o habitual, subiu muitas vezes ao ataque.

Graça: Muito presente no jogo e com belas combinações atacantes. A equipa ressentiu-se da sua saída.

Ismael Diaz: Potencial não lhe falta. Tem velocidade, tem potência e força. Ainda lhe falta a clarividência para definir melhor.

Gleison: Um dos melhores em campo. Um extremo moderno capaz de alternar o jogo interior com as descidas à linha. Muito activo e muito eficaz.

André Silva: Correu muito, mas nem sempre bem. Por vezes fica a ideia que devia lutar menos e pensar mais o seu jogo. Marcou de penalti.

 
Fede Varela: Entrou muito tímido, mas melhorou com o decorrer do jogo. Acabou por ter bons pormenores.

Ruben Macedo: Pouco acrescentou.

Chidozie: Entrou para o meio campo de forma a estancar o último fôlego do Oriental.

FICHA DE JOGO
FC PORTO B-ORIENTAL, 2-1
Segunda Liga, 3.ª jornada
22 de Agosto de 2015
Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia

Árbitro: Duarte Oliveira (Braga)
Assistentes: Licínio Vieira e Nuno Fernandes
Quarto árbitro: Carlos Dias

FC PORTO B: Caio; Víctor García, Verdasca, Maurício e Pité; Omar, Francisco Ramos e Graça; Ismael, André Silva e Gleison
Substituições: João Graça por Fede Varela (61m), Ismael por Ruben Macedo (73m) e Gleison por Chidozie (84m)
Não utilizados: João Costa, Rafa, Sérgio Ribeiro e Leonardo
Treinador: Luís Castro

ORIENTAL: Rafael Veloso; Hugo Grilo, Daniel Almeida (cap.), Amorim e João Pedro; Júlio César, Tiago Mota e Tom; Hugo Firmino, Peter e Henrique Gomes
Substituições: Henrique Gomes por Fernando Santos (46m), Hugo Firmino por Figo (69m) e Júlio César por Valdo (76m)
Não utilizados: Rafael Marques, Edson Silva e André Almeida
Treinador: João Barbosa

Ao intervalo: 2-1
Marcador: Pité (14m), Henrique Gomes (18m) e André Silva (25m, g.p.)
Disciplina: cartão amarelo a João Pedro (24m), Tiago Mota (50m), João Graça (57m), Daniel Almeida (58m) e Gleison (64m)


Por: Prodígio
Enviar um comentário
>