segunda-feira, 10 de agosto de 2015

FC Porto B 1-2 Portimonense

A equipa B do Futebol Clube do Porto voltou este Domingo à competição oficial com uma derrota caseira por 2-1 frente ao Portimonense.

Mas ainda antes de irmos ao jogo convém relatar o novo rosto da equipa portista que mudou bastante face à época anterior.

Como é hábito nas equipas B, muita coisa mudou. Muitas saídas, muitas entradas e muitas promoções dos escalões de formação.

De destacar as saídas de Leandro Silva e Gonçalo Paciência (emprestados à Académica), de David Bruno e Anderson Dim (emprestados ao Freamunde), de Kadu (emprestado ao Varzim), de Roniel (emprestado ao Paços de Ferreira), de Lichnovsky (a treinar com a equipa principal) e de José António (retirado).

Contratados foram 10 jogadores:  os centrais Maurício (Portimonense) e Wellington (Grémio Anapólis), os laterais Rodrigo (Grémio Anapólis) e Ronan (Fluminense), os médios Omar Govea (Mineros), Enrick (Paranaense) e Fede Varela (Celta de Vigo) e os avançados Cláudio (Guimarães), Gleison (Portimonense) e Ismael Diaz (Tauro).

Promovidos da equipa junior: os guarda redes João Costa e Filipe Ferreira, o central Verdasca, os médios Chidozie, Rui Moreira e Sérgio Ribeiro e os avançados Leo Ruiz, Rui Pedro e Ruben Macedo (já regular da equipa B no ano anterior).

Plantel actual:

Guarda redes: Raul Gudino, Caio, João Costa, Filipe Ferreira

Defesas: Victor Garcia, Rodrigo, Rafa, Ronan, Wellington, Verdasca, Maurício

Médios: Mikel, Chidozie,Tomás, Omar Govea, Francisco Ramos, Graça, Pité, Enrick, Fede Varela, Rui Moreira, Sérgio Ribeiro

Avançados: Ruben Macedo, Cláudio, Gleison, André Silva, Leonardo Ruiz, Rui Pedro (ainda junior) e Ismael Diaz (ainda junior).

O plantel é neste momento bastante extenso para uma equipa B (cerca de 29 jogadores). Luis Castro mantêm-se como treinador principal.

Será essencial reduzir o número de jogadores e encontrar rotinas nesta equipa renovada e com tanta juventude.


E agora vamos à análise do jogo que marcou a estreia do FCPorto B na segunda liga.

O onze portista apresentou muitas novidades, desde logo uma dupla de centrais completamente nova com o jovem Verdasca a fazer companhia ao médio (adaptado a central) Chidozie. As laterais foram ocupadas por Victor Garcia e Rafa. Raul Gudino manteve-se na baliza. No meio campo Mikel e Francisco Ramos ampararam a estreia do jovem Rui Moreira. Já no ataque Ruben Macedo fez companhia a Graça (falso extremo) e André Silva.

O jogo começou bem para a equipa portista que mostrou algum domínio nos 20 minutos iniciais e conseguiu as melhores jogadas e oportunidades de golo.

André Silva podia ter feito bem melhor logo aos 7 minutos, praticamente isolado. No meio campo portista, Mikel e Francisco ocupavam bem o espaço e permitiam a Rui Moreira e a Graça alguma liberdade criativa.

O Portimonense só em lances de bola parada criava relativo perigo.

No entanto, os visitantes foram equilibrando o jogo e acabaram mesmo a 1ª parte por cima.

Na 2ª metade a história foi outra. A experiência do Portimonense veio ao de cima e a "inocência" da equipa portista ficou bem evidente. Sempre por cima e a dominar o meio campo, o Portimonense chega naturalmente ao golo num livre.

O Porto ainda reduz de grande penalidade por André Silva, mas mesmo a fechar, o Portimonense volta a marcar, numa altura em que Mikel já tinha sido expulso (não se percebe bem porquê).

Uma derrota sem grande contestação, que poderá ser útil para analisar as fragilidades defensivas da equipa. Esta é uma equipa muito jovem e que terá de certo muito que falhar antes de acertar. Resta-nos esperar que estes jovens cresçam e possam dar ao FCPorto alegrias no futuro.


Análise individual:

Gudino: No primeiro golo parece mal posicionado. Regular no resto do jogo.

Victor Garcia: Mau jogo e com culpas óbvias no segundo golo do Portimonense.

Verdasca: Bom jogo do jovem central, apesar de ter tido muito que fazer.

Chidozie: Começou bem e ainda se aguentou na primeira parte, mas na segunda metade acumulou erros numa posição que não é a sua.

Rafa: Jogo regular, mas com pouca ajuda ao ataque.

Mikel: Bom jogo a médio defensivo. Quando baixou para central a exibição não foi tão positiva.

Francisco Ramos: Melhor em campo. Foi sempre o jogador que mais ligou a equipa. Um jogador muito maduro, apesar da tenra idade.

Rui Moreira: Uma boa surpresa sobretudo na 1ª parte. Este é um médio ofensivo de qualidade, mas terá que aumentar os seus níveis de intensidade.

Graça: Apesar de ser médio, jogou numa ala e até começou bem com várias jogadas de combinação com André Silva, mas foi caindo de produção como a equipa.

Ruben Macedo: Muito irregular e pouco incisivo.

André Silva: Alternou o bom com o mau. Tem que soltar mais a bola. Ainda assim ganhou e marcou a grande penalidade.

Leo Ruiz: Apesar de ter sido o 1º a entrar não se fez notar. A equipa também não ajudou.

Pité: Nada acrescentou.

Claúdio: Nada acrescentou.

Por: Prodigio
Enviar um comentário
>