quinta-feira, 23 de julho de 2015

Ódio d’estimação

#FCPorto #Casillas #Mourinho #Joker

Tem sempre razão
Por ser especial!
E no dom natural
Dá-nos novo sermão…

Homem competente
E melhor treinador
Não é gastador!?
E viv’à tangente!

Num clube inglês
De magnata russo
Gere-se a pulso
O dinheiro burguês?!

Não se gasta a rodos
Em contratações!
Uns quantos milhões…
C’o sol nasce pr’a todos!

E se foi campeão
Por essa Europa fora
Nunca como agora
Tem-se em contenção!?

E dá como exemplo
Um país falido
Que estando vendido (mas)
Compra com aumento!?

E nas transações
Feitas p’lo Porto
Vinca-se-lh’o desgosto
Por se gastar milhões!?

E pagar um absurdo
Num só ordenado
A um pré-reformado
Já fora-de-uso!?

Qu’ele é que sabia
Quando lá o treinou…
E nunca se lhe pagou
O qu’ele merecia!!

Pois o especial
Er’o treinador…
E ter um jogador
C’o vencimento igual?

E a ganhar demais
Pois jogou pouco!
Qu’ele não é louco
A gerir capitais!!

Daí, a preocupação
C’o estado do país
Que por aí se diz
Em liquidação!

Quando em Castela
Tudo era diferente!
E a crise, ausente…
Pura bagatela!!

Pagava milhões
Para ter a “nata”
E a Espanha, farta
De tantos cifrões!?

Daí que s’entenda
A velada crítica
Que não é política
Mas sim, d’encomenda!

Visa um propósito
Muito mais concreto
Qu’ele por “correcto”
Não se tem por lógico:

Que mesm’a milhas
Não esquece a “Nação”!
Num ódio d’estimação
Chamado Casillas!

Por: Joker
Enviar um comentário
>